Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 18/08/2014
  • 20:02
  • Atualização: 20:04

Diretor Jorge Furtado fala sobre "O Mercado de Notícias"

Filme se propõe a instigar a sociedade, a observar de maneira crítica, o processo das notícias

Filme se propõe a instigar a sociedade, a observar de maneira crítica, o processo das notícias | Foto: Fabio Rebelo / Divulgação / CP

Filme se propõe a instigar a sociedade, a observar de maneira crítica, o processo das notícias | Foto: Fabio Rebelo / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O diretor Jorge Furtado e o presidente do Sindicato dos Jornalistas, Milton Simas, participam de bate-papo com o público nesta terça,às 19h30min, no CineBancários (General Câmara, 424), sobre o filme “O Mercado de Notícias”. A produção de Furtado junto com a Casa de Cinema de Porto Alegre convida profissionais da comunicação a repensar o seu papel de agente mediador entre o acontecimento e o cidadão. Não só voltado aos jornalistas, o longa também se propõe a instigar a sociedade, a observar de maneira crítica, o processo de produção e distribuição de notícias.

Para José Roberto de Toledo, “o conceito do repórter está passando por uma revolução”. Ele é um dos 13 jornalistas entrevistados no documentário, que mescla depoimentos de profissionais de diferentes veículos e linhas editoriais distintas, com uma peça de teatro inglesa do século XVII, que leva o mesmo nome do filme. A produção analisa, ainda, casos recentes da política brasileira, onde a imprensa teve papel de grande destaque.

Bookmark and Share


TAGS » Cinema, Variedades