Correio do Povo | Notícias | Para 2015, SMC anuncia lei municipal de incentivo com renúncia fiscal

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 19 de Fevereiro de 2019

  • 25/09/2014
  • 14:07
  • Atualização: 21:05

Para 2015, SMC anuncia lei municipal de incentivo com renúncia fiscal

Secretário de Cultura, Roque Jacoby, e coordenadores fizeram um balanço dos eventos de setembro

Vingança, o Musical: apresentação do espetáculo paulista conciliou atividades do Porto Alegre em Cena e o centenário de Lupi | Foto: João Caldas Filho / Divulgação / CP

Vingança, o Musical: apresentação do espetáculo paulista conciliou atividades do Porto Alegre em Cena e o centenário de Lupi | Foto: João Caldas Filho / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Por Luiz Gonzaga Lopes

A Secretaria Municipal de Cultura, por meio do secretário Roque Jacoby, anunciou para 2015 a formação de uma Lei Municipal de Incentivo à Cultura, com sistema de renúncia fiscal. Além disso, destacou as ações para o segundo semestre.

"Neste ano, teremos ainda uma forte presença na 60ª Feira do Livro, vamos organizar um Natal em parceria com Sinduscon, CDL e Convention Bureau e continuar trabalhando bastante pela preservação do patrimônio, principalmente dos monumentos, pela requalificação da Usina do Gasômetro e a finalização das obras do Mercado Público pelo PAC Cidades Históricas", projetou.

O secretário esteve reunido com seus respectivos coordenadores para uma avaliação dos três grandes eventos de setembro promovidos pela pasta, o 21º Porto Alegre em Cena, o centenário de Lupicínio Rodrigues e o Acampamento Farroupilha.

Um dos primeiros a fazer a avaliação foi o coordenador do Porto Alegre em Cena, Luciano Alabarse. "A sensação ao final do festival é muito boa, cumprimos com a nossa função de conectar Porto Alegre com o mundo, com 42 espetáculos em 17 dias, com a participação de mais de 90 mil pessoas e vendas de ingressos maiores do que nos dois anos anteriores. Tivemos um final muito positivo com o concerto do Toquinho e da Orquestra Arte Viva, ofertado pelo Itaú, com quem estamos no início de namoro para patrocínio e o Braskem em Cena foi emocionante com homenagens para Carlota Albuquerque e Irion Nolasco", ressaltou Luciano, agradecendo ao empenho de sua equipe e lembrando que o orçamento do festival foi de R$ 2.720.400,00.

"Para 2015, vou adiantar uma atração apenas, o espetáculo 'Agosto', adaptado do texto Osage County, de Tracy Letts, que gerou o filme 'Álbum de Família', com Meryl Streep e Julia Roberts, com direção de Cristiane Jatahy e Vera Holtz e Camila Morgado à frente do elenco", finalizou Luciano, que recebeu durante a semana uma ligação do diretor, ator e cineasta Tim Robbins, que dirigiu "Sonho de uma Noite de Verão", a principal atração do festival, mas não pôde comparecer. "Ele me ligou e disse que os atores ficaram encantados com o tratamento e ele quer voltar em pessoa ao festival se conseguir conciliar as agendas de cinema."

O coordenador de Música da SMC, Jorge André Brittes, destacou que no centenário de Lupicínio Rodrigues a secretaria quitou uma dívida com o filho de Lupi, Lupinho, de uma grande homenagem. "A agenda foi intensa durante todo o ano com as escolas vencedoras do Carnaval e o campeão gaúcho de futebol, o Inter, recebendo o troféu Lupicínio Rodrigues, além de homenagens no Baile da Cidade, Açorianos de Música, Lupi, o Musical, uma reconstituição do Bar Adelaide, no Moinhos Shopping, o Viva o Centro a Pé, a Mostra de Arte Postal no Atelier Livre; o belo Vingança, o Musical, dentro do Porto Alegre em Cena; os Caminhos de Lupi organizado pela Carris e tantas outras homenagens", destacou Brittes, lembrando que pelo menos 200 mil pessoas participaram das atividades de homenagem à Lupi. O coordenador de Música só lamentou que não houve tempo hábil para a captação de recursos à realização do grande show que reuniria nomes como Ivete Sangalo, Maria Rita, Chitãozinho & Xororó, Fafá de Belém, Ana Carolina e Zeca Pagodinho, além de músicos gaúchos, que era previsto para 23 de novembro. "Ainda queremos realizá-lo em 2015, pois as homenagens vão até setembro do ano que vem", finalizou.

O coordenador do Acampamento Farroupilha, Giovani Tubino, avaliou como positiva a edição de 2014. "Temos sempre a missão de tirar aquela imagem de insegurança e neste ano cada um dos 367 galpões foi responsável por seu entorno. Para participar do acampamento, a entidade tem que ter atividades culturais e isto faz com que o evento seja de maior interação com o público. Tivemos 1,1 milhão de visitantes. Em 2013, fizemos o projeto piloto do Turismo de Galpão, que se repetiu este ano. Mais de 70% da população de Porto Alegre não conhecia o Acampamento Farroupilha. Acho que isto está mudando", destacou Tubino, lembrando que entre os destaques estiveram o Galpão da Hospitalidade, da Secretaria Municipal de Turismo, e também a Ciranda Escolar, que atendeu a 17 mil crianças. "As crianças saíram de lá admiradas com a cultura gaúcha", concluiu.

Bookmark and Share