Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

  • 18/05/2017
  • 14:32
  • Atualização: 19:29

Com mais de 100 filmes na programação, 13º Fantaspoa começa nesta sexta

13ª edição do festival segue até o dia 4 de junho em dois locais de Porto Alegre

Da diretora Elizabeth Schuch,

Da diretora Elizabeth Schuch, "O Livro de Birdie” abre o Fantaspoa 2017. | Foto: Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

No imaginário popular, o número 13 é tradicionalmente conhecido por atrair má sorte. É cercado pelo misticismo desses numerais que o Fantaspoa chega à sua 13ª edição, que começa nesta sexta-feira, em Porto Alegre. Um dos grandes festivais mundiais dos gêneros terror e fantasia, o evento apresenta mais de 100 filmes na programação até o dia 4 de junho, em dois espaços no Centro Histórico: Cine Santander Cultural (Sete de Setembro 1028) e Cinemateca Capitólio Petrobras (Demétrio Ribeiro, 1085). 

A sessão de abertura ocorre na Cinemateca Capitólio Petrobras, às 21h30min, com sessão do filme “O Livro de Birdie”, em première latino-americana. Após passar por períodos conturbados, a jovem Birdie é deixada por sua avó em um convento para um período de repouso. Porém, pouco a pouco, ela é sugada pelas histórias de morte que cercam o local e se torna obcecada com o sangue enquanto sacramento. Depois da exibição, haverá debate com a diretora Elizabeth Schuch e membros de sua equipe.

Também na sexta-feira, após as projeções, será realizada também a festa “Fantaspoa Toda La Noche”, no porão da Casa de Teatro (Garibaldi, 853), reunindo público e os convidados do festival por filmes fantásticos e música boa. No som, clássicos do rock, novidades indie, trilhas e psicodelias. Na pista rolam intervenções durante a noite, com apresentações sensuais burlescas. Entre as atrações promovidas pelo Von Teese, as Brigittes com um número burlesco clássico, Gustavo Duarte homenageando Psycho e Ana Carolina Netto com uma vibe vampirística. Para os cinéfilos, projeções de filmes fantásticos clássicos a noite toda.

O evento também celebrará os cineastas homenageados desta edição, os norte-americanos Bill Plymptom, Katt Shea e Jeff Lieberman. Em meio à extensa programação, pode-se destacar a exibição de filmes da dupla, fazendo um resgate de seus trabalhos. No dia 26 de maio, no Cine Santander Cultural, às 19h, ocorrerá a exibição de “Controle Remoto” (1988), com sessão comentada por Lieberman. Também de Lieberman, será exibido “Pouco Antes do Amanhecer” (1981), no dia 27, na Cinemateca Capitólio. Obras de Katt estão programadas para os dias 30 e 31 de maio, com “Strip-tease da Morte” (1987) e “Relação Indecente” (1992), respectivamente. No dia 4 de junho, será a vez do filme de Plympton: “Eu Me Casei com uma Pessoa Estranha” (1997). Ele também apresentará seu novo filme, “Revengeance” (2016), dentro da competição internacional.

Além das atividades de formação, o Fantaspoa promoverá um workshop de atuação ministrado pelo argentino Emiliano Romero (multipremiado diretor de cinema, também professor de atuação); um workshop de produção cinematográfica, ministrado pela suíça Annick Mahnert (atuante no cinema de gênero da atualidade); um workshop de efeitos especiais com ênfase em pirotecnia e tiro falso para cinema, televisão e publicidade, ministrado pelo argentino Franco Burattini (requisitado especialista em efeitos especiais de seu país); e uma masterclass de storyboard, ministrada pela norte-americana Elizabeth Schuch (diretora de cinema e artista plástica, que trabalhou no desenvolvimento de storyboards de filmes como Mulher Maravilha e Pacific Rim: Uprising). Todas as atividades de formação oferecidas serão gratuitas.

A curadoria da décima terceira edição do Fantaspoa destaca a atuação feminina na sétima arte. Se a indústria cinematográfica como um todo é dominada pela presença masculina nas posições hierárquicas mais elevadas, a produção de cinema de gênero é ainda mais androcêntrica. Mas há atualmente uma gradual mudança positiva nesse sentido, que se percebe na seleção deste ano, com nada mais nada menos que quinze mulheres assinando a direção de longas-metragens. Sete delas participarão presencialmente do evento e conversarão com o público sobre suas obras, além da produtora Annick Mahnert, que representará a laosiana Mattie Do.

Para o encerramento do festival, no dia 04 de junho às 21h30min, na Cinemateca Capitólio Petrobras, será apresentado “Tragedy Girls”, de Tyler MacIntyre. Estrelado por Alexandra Shipp ("X-Men Apocalipse)" e Brianna Hildebrand ("Deadpool") o longa-metragem teve sua primeira exibição no prestigiado South by Southwest e conta a história de duas amigas obcecadas com as redes sociais e que estão dispostas a tudo para fazer com que seu site sobre crimes horrendos se torne um sucesso. De forma bem-humorada e repleto de referências cinematográficas, “Tragedy Girls” glorifica o empoderamento feminino trazendo à tona questões atuais da sociedade e confirma MacIntyre como um dos mais promissores talentos da nova safra de realizadores de cinema fantástico do planeta.


TAGS » Cinema, Filme, Fantaspoa