Porto Alegre

13ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 24 de Outubro de 2017

  • 04/08/2017
  • 12:28
  • Atualização: 13:48

Amigos e colegas lamentam a morte de Luiz Melodia

Artista morreu nesta sexta-feira em decorrência de um câncer na medula

Cantor e compositor planejava a volta aos estúdios | Foto: Facebook / Reprodução / CP

Cantor e compositor planejava a volta aos estúdios | Foto: Facebook / Reprodução / CP

  • Comentários
  • AE e Correio do Povo

O cantor Luiz Melodia morreu nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, cidade onde nasceu e fez carreira na MPB, em decorrência de um câncer na medula. O mundo da música recebeu a notícia com muita tristeza. O cantor e compositor de 66 anos planejava a volta aos estúdios mesmo enfrentando diversos problemas de saúde nos últimos anos.

"Morreu um dos maiores poetas do Brasil. Ele foi uma das trilhas musicais da minha obra e da minha vida", disse, por exemplo, a dramaturga Maria Adelaide Amaral. Nas redes sociais, diversos artistas estão fazendo homenagens ao artista. Gilberto Gil foi um dos primeiros a se manifestar, compartilhando uma foto ao lado de Melodia.

"Lá se foi mais um dos nossos bambas. Muito muito muito fã desse cara, amigo de muitas aventuras em noites bem cariocas. . Descanse em paz Melodia... 'o sol não adivinha, baby é magrelinha'", disse Elba Ramalho. 

Zezé Motta também usou as redes sociais para se despedir de Melodia. "Um dos dias mais tristes. Perdemos Luiz Melodia. O mundo fica sem Melodia. Coração estarrecido. Descanse em paz meu irmão, meu amigo, meu parceiro, te amo. Para sempre no coração #RipLuizMelodia", comentou.

Jair Oliveira agradeceu o artista: "Obrigado por seu gigantesco legado musical, Melodia. Descanse em paz". Gal Costa utilizou um clássico de Melodia em sua despedida: "Te amo minha pérola negra". A cantora Maria Gadu também deixou sua homenagem: "Vou sentir sua falta. Te amo, meu amigo. Eterno."

Luiz Melodia estava internado no hospital Quinta D'Or, na zona sul do Rio. Luiz Carlos dos Santos iniciou sua carreira no começo dos anos 1970 no Morro do Estácio, berço do samba carioca, onde nasceu. Mas seu estilo, único, percorria por ritmos de todo o Brasil e de todo mundo, incorporando o rock'n'roll e o soul à música carioca.