Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 25 de Maio de 2017

  • 05/04/2017
  • 15:48
  • Atualização: 17:13

Oficina “Crônicas de Viagem” com Airton Ortiz recebe inscrições até 17 de abril

Atividade inicia no dia 19 e segue até 10 de maio, com encontros às quartas

Airton tem mais de 20 livros publicados sobre os lugares por onde andou | Foto: Airton Ortiz / Arquivo Pessoal / Divulgação / CP

Airton tem mais de 20 livros publicados sobre os lugares por onde andou | Foto: Airton Ortiz / Arquivo Pessoal / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Focada nos interessados em produção de relatos de viagens, a oficina literária “Crônicas de Viagem” com o escritor Airton Ortiz está com inscrições abertas até o dia 17 de abril, pelo site. A atividade será realizada entre 19 de abril e 10 de maio, com encontros sempre às quartas, na sede do Instituto Estadual do Livro (André Puente, 318), em Porto Alegre. O investimento é de R$ 180 e todas as informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3314-6451 ou pelo e-mail iel@sedac.rs.gov.br

A arte de escrever será o destaque na oficina. A parte teórica abrangerá o que é crônica, em que consiste a crônica de viagem e o que é escrever bem. Cada aluno escreve seu texto, que será submetido, sem identificação, a uma revisão coletiva. Conforme o ministrante, a oficina não prepara somente escritores, mas leitores também.

Com mais de 20 livros publicados sobre os lugares por onde andou, Airton Ortiz transmitirá um pouco do seu método de trabalho, já que alguns fatos que acontecem nestas viagens de aventura, em que ele se expõe à realidade local, tornam a publicação interessante. Ao chegar no destino, vai a museus e bibliotecas pesquisar sobre a história, costumes e cotidiano. No Egito, por exemplo, começou no Museu do Cairo e sabendo de onde as peças foram tiradas, e foi aos locais.

Airton já escalou as cordilheiras do Himalaia, no Nepal; percorreu os caminhos do Tibete, a bordo de um jipe; atravessou o Alasca, do sul ao Oceano Ártico; foi para a Índia; percorreu os rios amazônicos; no Egito viajou pelo deserto do Saara, em cima de um camelo e desceu o Rio Nilo, em uma jangada; focou a cultura maia, na América Central e abordou o Vietnã pós-guerra, entre muitos outros assuntos.