Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 19 de Agosto de 2017

  • 13/06/2017
  • 13:58
  • Atualização: 14:03

Porto Alegre tem noite de celebração ao reggae nesta quarta-feira

Evento no Opinião conta com o projeto Marley Concert, Canamaré e Iriê acompanhado de Ras Bernardo

Marley Concert apresenta versões orquestradas de clássicos do músico jamaicano | Foto: Facebook / Reprodução / CP

Marley Concert apresenta versões orquestradas de clássicos do músico jamaicano | Foto: Facebook / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Porto Alegre recebe nesta quarta-feira uma grande celebração do reggae brasileiro. No palco do Opinião (José do Patrocínio, 834), irão se revezar três dos mais importantes artistas do cenário independente local, Canamaré, Iriê - que se apresentará com Ras Bernardo, primeiro vocalista do Cidade Negra - e o projeto Marley Concert, uma das sensações do último verão no litoral catarinense, por causa das suas versões orquestradas e totalmente inusitadas dos grandes hinos de paz e de amor escritos por Bob Marley. Os show começa às 23h e os ingressos custam R$ 60. As entradas podem ser adquiridas pelo site.

A banda carioca Canamaré recentemente completou 20 anos de carreira e estará na Capital com os principais sucessos de toda a sua discografia, como “Kaya”, “Sonho Bom” e “Chuva Miúda”. O grupo, atualmente formado por Marcelo Banana (vocal e violão), Zeca Passos (guitarra), Maurus Maciel (baixo) e Rick Daher (guitarra), é um dos nomes mais importantes do gênero, em todo o Brasil, já tendo feito shows aos lado de grandes ícones, como Israel Vibration e The Wailers. O último trabalho de estúdio do grupo se chama “Amanheceu no Brasil” e o quarteto carioca, desde o começo de 2017, excursiona com a sua turnê comemorativa de 20 anos de carreira, com todos os seus hits.

Além do quarteto de Niterói, a noite vai contar ainda com o Iriê, que, em atividade desde 1998, é uma das bandas mais importantes do cenário reggae de Santa Catarina. Formado hoje por Cléo Borges (baixo), Sergio Sant’Anna (teclado), Daniel da Luz (percussão) e Daniel Gafa (bateria), o grupo já lançou cinco discos, como o aclamado “Iriê”, em 2005, pela gravadora multinacional Warner Music. Depois da saída do vocalista Rô Conceição, o Iriê iniciou um novo projeto, em companhia do vocalista Ras Bernardo, primeiro vocalista do Cidade Negra. Com o cantor, a banda tem levado para os palcos, principalmente do litoral catarinense, o melhor dos dois discos que foram gravados por Bernardo com a sua ex-banda, “Lute Para Viver”, de 1991, e “Negro no Poder”, de 1992.