Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 06/07/2014
  • 14:32
  • Atualização: 15:05

Djokovic vence Federer e conquista bi em Wimbledon

Tenista sérvio voltou a ser número 1 no ranking da ATP

Djokovic vence Federer e conquista bi em Wimbledon  | Foto: Carl Court / AFP / CP

Djokovic vence Federer e conquista bi em Wimbledon | Foto: Carl Court / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O tenista sérvio Novak Djokovic venceu o suíço Roger Federer neste domingo, conquistando pela segunda vez na carreira o torneio de Wimbledon e tomando do espanhol Rafael Nadal o primeiro lugar no ranking da ATP.

Djokovic venceu em cinco sets, parciais de 6-7 (7/9), 6-4, 7-6 (7-4), 5-7 e 6-4, na quadra central do All England Clube e conquistou seu sétimo Grand Slam, igualando assim o americano John McEnroe e o sueco Mats Wilander. A partida foi longa (quase quatro horas) e disputada, e foi possível ver o Federer dos velhos tempos. Os 29 aces do suíço, diante de um dos melhores devolvedores do mundo, são prova disso.

Djokovic mostrou uma grande força mental, desperdiçando um "Championship point" no quarto set, mas não se deixou abater -ao contrário do que aconteceu em suas últimas três finais de Grand Slam-, e conseguiu garantir a vitória no quinto.

O sérvio embolsou três milhões de dólares com a vitória, enquanto Federer ficou com metade desse valor por ter chegado à final. Djokovic voltou a vencer uma decisão de Grand Slam, após perder as últimas três que disputou, entre elas a final de Wimbledon do ano passado, vencida pelo britânico Andy Murray.

Aos 27 anos, o sérvio tornou-se o 11º jogador da era profissional a vencer Wimbledon mais de uma vez, uma lista que incluiu grandes do tênis, como os pioneiros John Newcombe e Rod Laver, além de Nadal, McEnroe (3) ou Bjorn Borg (5), entre outros.

Esta foi apenas a segunda final de Grand Slam disputada entre Djokovic e Federer, a décima contando todos os torneios. O suíço e o sérvio formam, junto com Nadal e Murray, o "quarteto fantástico" do tênis, a velha guarda que dominou a última década do esporte e que venceu 36 dos últimos 38 torneios do Grand Slam.

Os dois jogadores se enfrentaram 35 vezes, com 18 vitórias para o suíço, contra 17 do sérvio. A outra vez que se enfrentaram na final de um Grand Slam foi em 2007, no Aberto dos Estados Unidos, com vitória para Federer.

A vitória de 'Djoko' impediu Federer de se tornar no primeiro tenista a vencer oito torneios de Wimbledon e o segundo a vencer oito vezes um mesmo torneio de Grand Slam, feito realizado por Rafael Nadal em Roland Garros, neste ano. Esta foi também a segunda final perdida por Federer no All England Club, após a derrota para Nadal em 2008.

Bookmark and Share


TAGS » Tênis, Wimbledon