Porto Alegre, sábado, 22 de Novembro de 2014

  • 10/07/2014
  • 19:24
  • Atualização: 23:21

Neymar pede vitória no sábado para terminar "campanha de cabeça erguida”

Atacante revelou que irá torcer por título dos companheiros Messi e Mascherano contra Alemanha

Neymar ficará com a seleção para o jogo que define o 3º lugar da Copa | Foto: Jefferson Bernardes/ Divulgação / VIPCOMM / CP

Neymar ficará com a seleção para o jogo que define o 3º lugar da Copa | Foto: Jefferson Bernardes/ Divulgação / VIPCOMM / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Neymar concedeu a primeira entrevista coletiva desde o lance com Zuñiga que o tirou da Copa do Mundo e revelou abatimento com a lesão e a derrota “histórica” para a Alemanha nas semifinais. Porém, o jogador lembrou que este tipo de episódio ocorre no futebol, que é preciso levantar a cabeça e seguir a vida. Por isso, o atacante resolveu ir até a Granja Comary, em Teresópolis, na Serra do Rio de Janeiro, para dar apoio aos companheiros que se preparam para a decisão de terceiro lugar contra a Holanda, no sábado, no estádio Mané Garrincha, em Brasília.

“A gente teve a oportunidade. Fizemos de tudo para sermos campeões no nosso país, marcar o nome na história. Falhamos, deixamos a desejar, não mostramos o melhor futebol, um futebol de Seleção Brasileira, que é superior e encanta a todos. Enfim, já passou e, agora, é levantar a cabeça. Temos que vencer no sábado. Não vai confortar tanto pela dor que estamos sentindo, mas queremos terminar da melhor forma possível”, declarou Neymar.

“Espero que daqui para frente, a gente seja alegre como sempre e faça nosso povo feliz. Não é por uma derrota, praticamente histórica, que a gente tem que andar de cabeça baixa. Vamos erguer a cabeça e buscar a vitória”, completou.

Apoio à Argentina

Ao ser questionado por quem irá torcer na final de domingo, Neymar foi direto: “Desejo sorte para as duas equipes, espero que vençam meus companheiros, tenho dois na Argentina: Messi e Mascherano. Pela história que o Messi tem, ter conquistado quase tudo na carreira, merece ser campeão”. Contudo, fez uma ressalva: “Vocês podem pensar, um brasileiro torcendo para a Argentina? Não, não estou torcendo para a Argentina, estou torcendo para dois companheiros”, afirmou o jogador do Barcelona.

O Brasil enfrenta a Holanda, no sábado, às 17h, no estádio Mané Garrincha. A final entre Alemanha e Argentina está marcada para domingo, às 16h, no Maracanã.

Bookmark and Share