Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 10/07/2014
  • 20:43
  • Atualização: 20:52

Presidente do COI visita sede do COB pela primeira vez e elogia preparação

Alemão Thomas Bach voltou a demonstrar otimismo com a organização dos Jogos de 2016

Thomas Bach, presidente do COI ,visitou o COB no Rio de Janeiro | Foto: Heitor Vilela / COB / CP

Thomas Bach, presidente do COI ,visitou o COB no Rio de Janeiro | Foto: Heitor Vilela / COB / CP

  • Comentários
  • Lancepress

Em visita à sede do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) nesta quinta-feira, no Rio de Janeiro, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, voltou a fazer elogios ao país que sediará os Jogos de 2016. Desta vez, as palavras do alemão exaltaram os projetos para o evento. Foi a primeira vez que um mandatário do COI visitou a entidade brasileira.

“O Comitê Olímpico Brasileiro está fazendo todo o possível para ter uma grande participação nos Jogos Olímpicos Rio-2016. É importante perceber como vocês estão usando as Ciências do Esporte nesse processo porque tudo o que podemos fazer é dar aos atletas a oportunidade para brilhar”, afirmou Bach.

Durante a visita, Bach descerrou uma placa comemorativa aos cem anos do COB, completados em junho. Ele está no Brasil para assistir a final da Copa do Mundo entre Alemanha e Argentina, neste domingo, no Maracanã.

“É uma grande honra receber, pela primeira vez na história, a visita de um presidente do COI ao nosso Comitê, o campeão olímpico Thomas Bach. É importante mostrar os nossos projetos e como estamos trabalhando para o desenvolvimento sustentável do esporte olímpico brasileiro, que vai além da conquista de medalhas nos Jogos Rio 2016”, disse o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman.

Também estiveram na visita o vice-presidente do COI e presidente da Comissão de Coordenação dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Nawal El Moutawakel, o diretor executivo de Jogos Olímpicos do COI, Gilbert Felli, o membro do COI Bernard Rajzman, o secretário executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes, que representou o Ministro do Esporte Aldo Rebelo e atletas e ex-atletas, como Thiago Pereira (natação), Giba (vôlei), Fabiano Peçanha e Robson Caetano (atletismo), Hortência (basquete) e Gabriela Secchini (esgrima).

Na quarta-feira, Bach já havia destacado os avanços recentes na organização dos Jogos de 2016, mas afirmou que as instalações para os eventos-teste precisam estar prontas a tempo. Nesta sexta-feira, ele deverá visitar a presidente Dilma Rousseff.

Bookmark and Share