Correio do Povo

Porto Alegre, 22 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
18º 29º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Brasileirão

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

21/08/2014 00:52 - Atualizado em 21/08/2014 01:00

Chapecoense vence o Fluminense por 1 a 0

A derrota tirou a equipe carioca da zona de classificação da Libertadores

Vitória colocou a Chapecoense em 12º lugar<br /><b>Crédito: </b> Nelson Perez / Divulgação Fluminense / CP
Vitória colocou a Chapecoense em 12º lugar
Crédito: Nelson Perez / Divulgação Fluminense / CP
Vitória colocou a Chapecoense em 12º lugar
Crédito: Nelson Perez / Divulgação Fluminense / CP

Jogando mal novamente, o Fluminense sofreu a terceira derrota consecutiva, a segunda pelo Brasileirão. A Chapecoense aproveitou o fator casa e venceu o Tricolor por 1 a 0, nesta quarta-feira, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado por Camilo, aos 15 minutos da segunda etapa.

Com o resultado, o Fluminense caiu para a quinta posição, com 26 pontos. Já a Chapecoense ocupa a 12ª colocação, com 19 pontos. No sábado os catarinenses enfrentam o Botafogo às 18h30, no Maracanã. Já os cariocas recebem o Sport no domingo, às 16h, também no estádio Maracanã.

Em um primeiro tempo de muito equilíbrio, poucas chances de gol foram criadas. A melhor delas saiu dos pés de Walter, aos 40 minutos, em chute do meio-campo que quase surpreendeu o goleiro Danilo. Escalado ao lado de Fred, o jogador tentou se movimentar, mas foi pouco efetivo ao lado do capitão tricolor.

Com Edson no lugar do lateral-direito Bruno, que saiu com dores na panturrilha esquerda, o Fluminense voltou mais incisivo. Logo aos quatro minutos, Jean arriscou de fora de área para boa defesa do goleiro Danilo. O tricolor ditava o ritmo do jogo, mas, aos 15 minutos, Fabiano cruzou de cabeça e Camilo subiu mais alto que Edson para abrir o placar na Arena Condá.

Após o gol, o time da casa ganhou confiança e só não marcou o segundo aos 19 porque Cavalieri evitou o gol de Bruno Rangel. Em desvantagem no placar, o Fluminense se lançava ao ataque, mas sem qualquer tipo de organização. Em dia pouco inspirado de Conca e Cícero, pouco foi criado. Aos 47 minutos, o lateral-esquerdo Carlinhos recebeu o segundo cartão amarelo por reclamação e acabou expulso.

Bookmark and Share 

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.