Porto Alegre, sábado, 22 de Novembro de 2014

  • 21/08/2014
  • 12:20
  • Atualização: 12:23

Vitória demite Jorginho após derrota contra Coritiba

Técnico só venceu duas vezes no comando da equipe

  • Comentários
  • Lancepress

Em reunião na madrugada desta quinta-feira, em Curitiba, a diretoria do Vitória optou pela demissão do técnico Jorginho, que não resistiu ao revés do Rubro-Negro baiano para o Coritiba, por 2 a 0, no Couto Pereira, resultado que fez o Leão ingressar na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A informação foi divulgada no site oficial do clube baiano. O duelo contra o Coxa foi o décimo do treinador pelo Vitória.

O vice-presidente do Vitória, Epifânio Carneiro, e o gerente-executivo de futebol Marcos Moura Teixeira participaram da reunião que selou o destino de Jorginho. Segundo Epifânio, a diretoria anunciará o novo treinador do Vitória até a próxima segunda-feira. Com isso, o interino Carlos Amadeu comandará o time diante do Figueirense, no próximo domingo. Ele já havia sido o treinador nas derrotas para Atlético-MG e Palmeiras – antes de o próprio Jorginho assumir.

Em dez jogos sob o comando de Jorginho, o Vitória conquistou apenas duas vitórias – contra Criciúma e Grêmio –, quatro empates e quatro derrotas. Um aproveitamento de apenas 33,3% dos pontos. A sua estreia foi no empate em 1 a 1 contra o Botafogo, no dia 25 de maio. A primeira vitória, contra o Tigre, viria apenas na sexta partida.

O Vitória começou a temporada com Ney Franco de técnico, mas viu o treinador deixar o clube para assumir o Flamengo já durante o Brasileirão. O Rubro-Negro, além de estar mal na competição, já havia fracassado na Copa do Nordeste, na Copa do Brasil e no Campeonato Baiano, quando foi superado pelo rival Bahia na decisão. Criciúma, Flamengo e Figueirense são os clubes que estão com terceiro técnico em 2014. O Vitória será o quarto desta lista.

Bookmark and Share