Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
14º 24º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Brasileirão

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

24/08/2014 20:24 - Atualizado em 24/08/2014 21:31

Goiás desperdiça pênalti e Cruzeiro vence mais uma no Brasileirão

Placar de 1 a 0 garantiu liderança do primeiro turno aos mineiros com duas rodadas de antecedência

O Cruzeiro teve extrema dificuldade, mas carimbou o título informal de campeão do primeiro turno neste domingo. A equipe de Marcelo Oliveira quase cedeu o empate no último lance do jogo, mas mesmo pouco inspirada venceu o Goiás por 1 a 0 no Serra Dourada. O placar foi cruel, com os donos da casa desperdiçando um pênalti aos 48 minutos da segunda, que poderia garantir o empate e um pontinho valioso, além de alimentar a esperança dos times que "secavam" na cola da Raposa, como Inter.

A equipe mineira chegou aos 39 pontos e abriu ainda mais vantagem para os perseguidores. O mais próximo é o São Paulo, com 32. O Goiás, por sua vez, segue na luta, com 20 pontos, na 13ª colocação. No outro jogo que fechou a 17ª rodada, o Bahia segurou o empate em 0 a 0 com o Atlético-PR.

Enfrentando dificuldades com o gramado extenso do Serra Dourada, a vitória do Cruzeiro veio num lançamento inspirada.  Éverton Ribeiro deu um passe do meio de campo, aos 24 minutos, e encontrou a defesa goiana despreparada. Marcelo Moreno disparou um chute cruzado, que ainda bateu na travei direita antes de entrar. No momento da comemoração, os jogadores do Cruzeiro ainda prestaram uma homenagem ao companheiro Tinga. Os atletas mostraram um "T" com os braços para o companheiro que quebrou a perna em treinamentos..

No segundo tempo, o cansaço se tornou ainda mais nítido no time visitante. Com 15 minutos da etapa final, Marcelo Oliveira trocou um lateral-esquerdo por outro, promovendo a entrada de Samudio para a saída de Egídio, gritando "correu muito" para o jogador que estava em campo. Pouco depois, colocou o velocista Dagoberto no lugar de Alisson, procurando maiores alternativas de escape pelos lados do campo, já que o Goiás se apresentava mais intenso na partida.

Enquanto o Cruzeiro procurava adminstrar a partida, explorando os lançamentos longos e passes esticados, o Goiás tentava imprimir maiores ações ofensivas. Aos 33 minutos, o time esmeraldino teve uma falta próximo da meia-lua e só não empatou porque Fábio espalmou a bomba de David.

Os dez minutos finais de jogo ficaram por conta das tentativas de abafa do Goiás. Já com o volante Henrique no lugar de Willian, Marcelo Oliveira fechou a equipe e esperou pelo apito final. O treinador só não contava com o pênalti  marcado para o Goiás aos 48 minutos. Na batida, contudo, David tirou demais do goleiro e bateu para fora, pelo lado esquerdo. Mais três pontos na conta do líder.




Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.