Porto Alegre, domingo, 26 de Outubro de 2014

  • 25/08/2014
  • 11:29
  • Atualização: 11:36

Felipão analisa Santos e cogita novas trocas no Grêmio

Técnico não poderá contar com Fellipe Bastos e com Riveros

Felipão começa a pensar alternativas para escalar o Grêmio na Copa do Brasil | Foto: Fabiano do Amaral

Felipão começa a pensar alternativas para escalar o Grêmio na Copa do Brasil | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Lancepress

Depois da segunda vitória no Brasileirão, o Grêmio começa a briga na Copa do Brasil, competição que o treinador Felipão conhece bem. Mas, novamente, o time terá mudanças. O treinador admite que uma análise do Santos pode mudar a escalação. E Riveros, que poderia recompor o sistema na vaga de Fellipe Bastos, ausência para o duelo de quinta-feira, não deve ter condições.

O volante paraguaio sentiu um problema muscular na coxa esquerda, algo recorrente nas últimas semanas. Fez exame no sábado e foi baixa para o jogo com o Corinthians. A tendência é que siga assim. Sem Fellipe Bastos, que atuou na primeira fase da competição, pelo Vasco, Felipão fica com Walace e Matheus Biteco como volantes. Ambos jovens. E certamente sem o mesmo papel de liderança que Bastos assumiu desde a chegada de Felipão.

"Depende do que tiver à disposição. Provavelmente não tenho o Riveros na quinta. Vou ter que estudar para ver o que vamos colocar em campo", explicou o treinador gremista.

Outras mudanças podem ocorrer. Desde que chegou ao Grêmio, o treinador tem se mostrado aberto a trocas dependendo do adversário que o Tricolor enfrenta. Para o jogo da Copa do Brasil, poderá fazer isto ao modificar novamente a lateral direita, com a entrada de Pará na vaga de Matías Rodriguez, ou sacar Luan para a entrada do meia Alán Ruiz. São apenas suposições dentro de uma possível mudança de característica da equipe.

"Depende dos adversários, do que temos a disposição, de como jogam os rivais. Poderia iniciar o jogo (com o Corinthians) com os três volantes, com o Walace. Mas era contra o Corinthians, não posso forçar o menino para resolver sempre. Tem que ser jogadores com mais peso. O Giuliano jogava como segundo volante quando começou. Podia compor com mais qualidade na saída, mas como fomos dominados, tivemos dificuldade. Quando jogou como falso-ponta a equipe se acertou", destacou Felipão.

O Grêmio volta a treinar na tarde desta segunda-feira, no Olímpico. O técnico Felipão deve comandar um trabalho entre reservas e equipe das categorias de base para observar jogadores.


Bookmark and Share