Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 25/08/2014
  • 18:14
  • Atualização: 18:18

Manchester City faz 3 a 1 no Liverpool em clássico do Inglês

Jovetic, duas vezes,e Agüero marcaram os gols do atual campeão

Jovetic marcou dois gols na vitória do City | Foto: Lindsey Parnaby / AFP / CP

Jovetic marcou dois gols na vitória do City | Foto: Lindsey Parnaby / AFP / CP

  • Comentários
  • Lancepress

A confirmação de Balotelli como reforço do Liverpool jogou para cima do italiano os holofotes da partida desta segunda-feira entre os Reds e o Manchester City. Só que o atacante acabou vendo, das tribunas do Etihad Stadium, Jovetic e Agüero roubarem a cena. O montenegrino fez dois e o argentino precisou de menos de um minuto em campo para fazer outro. Os Citizens demoliram os visitantes por 3 a 1. O Liverpool descontou com o gol contra de Zabaleta.

Com o resultado, o Manchester City vai a seis pontos e mantém os 100% em duas rodadas da Premier League. O Liverpool fica estacionado nos três. Na próxima rodada, o Liverpool irá a Londres, onde enfrentará o Tottenham no domingo, provavelmente com Balotelli em campo. Já o City voltará a jogar no Etihad Stadium, recebendo o Stoke City.

O jogo

Até o momento em que o City tirou o zero do placar, era o Liverpool que mostrava algum tipo de superioridade. Antes do apagão defensivo, eram os Reds que haviam tido a melhor chance do jogo. Sturridge pedalou para cima de Kompany, e finalizou para a boa defesa de Hart.

Só que no lance seguinte, Lovren afastou mal uma bola de cabeça. Moreno não reagiu e permitiu que Jovetic ganhasse sua frente e fuzilasse o goleiro Mignolet. Um golpe bastante sentido pelo Liverpool. O time de Brendan Rodgers não conseguia criar. Philippe Coutinho, recém convocado por Dunga para a Seleção Brasileira, estava abandonado pelo lado esquerdo. Acabou sendo substituído por Markovic, em um câmbio sem muita efetividade.

Com menos de 10 minutos após a volta do intervalo, Jovetic iniciou a jogada que terminaria em seu segundo gol. O montenegrino passou de letra para Nasri, recebeu na frente e, invadindo sem cerimônias a área do Liverpool, balançou a rede.

Balotelli devia não acreditar no pesadelo que via em campo. Ele, que muitas vezes vibrou e fez vibrar a torcida azul de Manchester, agora se via do outro lado. Atormentado com a falta de força ofensiva de sua atual equipe.

Ofensividade que não falta à disposição do técnico Manuel Pellegrini. Aos 23 minutos o chileno pôs em campo Agüero no lugar de Dzeko. Pois com menos de 30 segundos em campo, o argentino recebeu lançamento de Nasri. Ganhou na corrida de Lovren e bateu na saída de Mignolet.

Nos minutos finais o Liverpool tentou pôr fogo no jogo. Zabaleta, contra, descontou em uma jogada confusa. A bola entrou prensada entre o goleiro Hart, Zabaleta e o atacante Lambert.

No lance seguinte, porém, o Liverpool teve chance de fazer o seu segundo gol. Algo que certamente colocaria fogo no jogo. Lambert recebeu na área e não quis finalizar, preferindo o passe. Jogada que facilitou o corte do zagueiro Kompany.

Bookmark and Share