Correio do Povo

Porto Alegre, 17 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
18º 26º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Inter

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

25/08/2014 19:32 - Atualizado em 25/08/2014 19:36

Ernando resgata histórico na Sul-Americana e defende Rafael Moura no Inter

Zagueiro lembrou campanha do Goiás na competição continental em 2010

Ernando saiu em defesa de Rafael Moura<br /><b>Crédito: </b> Alexandre Lops / Divulgação Inter / CP
Ernando saiu em defesa de Rafael Moura
Crédito: Alexandre Lops / Divulgação Inter / CP
Ernando saiu em defesa de Rafael Moura
Crédito: Alexandre Lops / Divulgação Inter / CP

O momento para Rafael Moura talvez seja o de maior pressão no ano. Depois dos gols perdidos na derrota para o Atlético-MG, o centroavante passou a ser muito contestado pelos torcedores do Inter. O grupo armou um escudo para o He-Man. O zagueiro Ernando, que também foi seu companheiro no Goiás, lembrou da boa campanha da Copa Sul-Americana de 2010 para defender o companheiro.

Naquele ano, Rafael Moura foi um dos destaques do Goiás, vice-campeão da competição continental. O jogador marcou oito gols e foi determinante na campanha. Até pelas boas lembranças, Ernando relembra a situação. “Jogamos juntos no Goiás, disputamos a final passando por vários adversários difíceis, inclusive o Palmeiras, que perdemos em casa e revertemos fora ganhando por 2 a 1. Fomos para final e perdemos nos pênaltis. Seria um título inédito para o Goiás. É uma competição importante e estamos entrando nela com objetivo de ganhar. Ele foi muito bem na Copa Sul-Americana, foi artilheiro, e não sei porque não foi eleito melhor da competição”, defendeu Ernando.

A fase de Rafael Moura era boa até o jogo do último sábado. O centroavante é o artilheiro colorado no ano, com 15 gols. Tem o mesmo posto no Brasileirão, com quatro. Quando chegou ao Inter, em 2012, e ano passado, sofreu contestações, até pelos valores envolvidos na transação com o Fluminense. No entanto, este ano, com a presença de Abel Braga, passou a ser titular absoluto e jogador da confiança do treinador, com quem já havia trabalho no clube carioca.

“O Moura é um cara que todos gostam, é excepcional, teve sequência e marcou gols no começo do ano. Atacante quando não faz gols é cobrado. Mas ele tem a cabeça boa, está tranquilo e vai nos ajudar. Vai voltar a fazer gols. Nosso time vem fazendo bons jogos no Brasileiro, até essas duas derrotas, estávamos bem. Mas temos um poder de reação forte. O atacante passa por fases boas e ruins, espero que possa voltar a balançar as redes e nos ajudar nas competições”, projetou o zagueiro colorado.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.