Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 26/08/2014
  • 08:25
  • Atualização: 08:26

Apesar de defender Sul-Americana, Inter deve poupar titulares amanhã

D'Alessandro, Fabrício, Juan e Rafael Moura serão avaliados no treino desta terça

Rafael Moura deve ser poupado no jogo contra Bahia | Foto: Alexandre Lops / Inter / Divulgação CP

Rafael Moura deve ser poupado no jogo contra Bahia | Foto: Alexandre Lops / Inter / Divulgação CP

  • Comentários
  • Fabrício Falkowski / Correio do Povo

A ordem é valorizar a Copa Sul-Americana e usar, contra o Bahia, nesta quarta-feira, no estádio Beira-Rio, todos os titulares que estiverem em condições físicas. Pelo menos esse é o discurso externo no Inter. Internamente, porém, Abel Braga deve deixar alguns titulares de fora da partida, que marca a estreia do clube no torneio.

Os jogadores passarão por uma avaliação hoje. A escalação de atletas como D’Alessandro, Fabrício, Juan e Rafael Moura, que apresentam um desgaste maior, passará também por testes físicos e médicos. “Precisamos ganhar do Bahia, pois a decisão de quem passará para a próxima fase será lá na casa deles. Por isso, temos de fazer um bom resultado aqui no Beira-Rio para levar uma vantagem para Salvador. Este é um jogo importantíssimo para o Inter”, observa o diretor de Futebol, Eduardo Lacher, externando o ponto de vista da direção.

Segundo o dirigente, o revezamento entre os atletas é uma medida que deve se tornar corriqueira de agora até o final do ano devido ao acúmulo de partidas. “Não vai ter como todo mundo jogar todas as partidas. Praticamente, não há mais folga no calendário até dezembro. É preferível um jogador ficar de fora de uma rodada para evitar uma lesão séria que pode afastá-lo de várias”, defende Lacher.

Nas avaliações internas, inclusive, acredita-se que a queda de rendimento de alguns jogadores — notadamente de Rafael Moura — pode ter origem no cansaço. O centroavante, que errou um gol incrível na derrota para o Atlético-MG, sábado, recebeu uma atenção especial de Abel hoje pela manhã, quando houve a reapresentação dos jogadores.

Abel também conversou com o grupo todo. A ênfase do discurso no vestiário foi reforçar que o “Inter continua na briga pelo título brasileiro”, apesar das duas derrotas consecutivas que tiraram o time do encalço do Cruzeiro. “Houve uma queda, mas podemos nos recuperar. Tem muito campeonato pela frente”, finaliza o zagueiro Ernando.

Bookmark and Share