Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 27/08/2014
  • 09:48
  • Atualização: 10:00

Rafaela Silva fica sem medalha no Mundial de Judô

Brasileira perdeu para francesa na disputa pelo bronze

Rafaela Silva perde para francesa e fica sem medalha no Mundial de Judô | Foto: G. Sabau and Zahonyi / IJF / CP

Rafaela Silva perde para francesa e fica sem medalha no Mundial de Judô | Foto: G. Sabau and Zahonyi / IJF / CP

  • Comentários
  • AFP

A brasileira Rafaela Silva viu nesta quarta-feira o sonho de conquistar o bicampeonato frustrado com derrota nas quartas de final do Mundial de Judô de Chelyabinsk, na Rússia, e ficou sem medalha ao ser derrotada pela francesa Automne Pavia na disputa pelo bronze.

A jovem carioca de 22 anos perdeu a oportunidade de completar sua "coleção" de medalhas em Mundiais, já que levou o ouro em casa no ano passado, no Rio de Janeiro, depois de faturar a prata em Paris, em 2011. A outra medalha de bronze foi conquistada pela holandesa Sanne Verhagen, que superou a mongol Sumiya Dorsuren, algoz de Rafaela nas quartas de final.

Pavia, de 25 anos, conseguiu a revanche da semifinal da última edição, quando foi derrotada por Rafa. Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, a francesa já tinha subido ao pódio em Chelyabinsk, quando também faturou o bronze no campeonato europeu de 2012.

O duelo deste ano foi bastante parelho, mas Pavia mostrou mais iniciativa e acabou vencendo no golden score. Os outros dois representantes do Brasil na categoria leve caíram logo na estreia. Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, Keyleyn Quadros foi derrotada por Chen-Ling Lien, de Taiwan, por ter levado uma punição, em luta que não teve pontuação. Na categoria até 73 kg, Alex Pombo, estreante em Mundiais, foi surpreendido pelo belga Dirk Van Tichelt, perdendo por imobilização no fim da luta.

Derrota frustrante nas quartas Na estreia, Rafaela Silva venceu facilmente a eslovena Vlora Bedeti, que foi eliminada por levar quatro punições depois de sofrer um yuko. Em seguida, ela aplicou mais um yuko na austríaca Tina Zeltner no final da luta para garantir a vitória enquanto já estava em vantagem por conta de uma punição da adversária.

Nas quartas de final, Rafaela viu o sonho do bi escapar por apenas uma punição. A brasileira sofreu duas punições contra apenas uma de Sumiya Dorjsuren no início da luta e acabou levando um wazari. Faltando um minuto para o fim, a carioca conseguiu projetar a adversária, mas o árbitro deu apenas wazari. Rafaela, portanto, permaneceu em desvantagem e acabou perdendo a luta.

Na repescagem, ela superou a suíça Fabienne Kocher na repescagem ao aplicar um belo wazari com pouco mais de 30 segundos de luta, mas acabou perdendo para a francesa na luta pelo pódio. Considerado como um 'carro-chefe' nas ambições brasileiras para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, o judô nacional vem decepcionando neste Mundial.

No ano passado, o Brasil já tinha conquistado uma medalha de cada cor depois de três dias de competição, o bronze com Sarah Menezes na categoria até 48 kg, a prata com Érika Miranda (até 52 kg) e o ouro com Rafaela (até 57 kg). No total, foram seis medalhas conquistadas na competição individual do Rio de Janeiro, cinco do feminino (uma de ouro, duas de prata e duas de bronze) e apenas uma no masculino, com a prata de Rafael Silva, na melhor participação do país em uma edição de Mundial.

Bookmark and Share


TAGS » Judô, Esporte