Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
11º 19º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Copa do Brasil

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

28/08/2014 00:09 - Atualizado em 28/08/2014 00:15

Palmeiras perde "jogo comemorativo" por 1 a 0 para o Atlético-MG

Clube paulista terá que vencer por dois gols de diferença em BH para avançar na Copa do Brasil

Não foi a festa que o torcedor alviverde desejava um dia depois do Palmeiras completar 100 anos. Não foi uma atuação a altura da história centenária do clube. Frágil e impotente, o time foi derrotado pelo Atlético-MG por 1 a 0, no Pacaembu, e viu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil ficar mais distante. Luan, que entrou no segundo tempo, foi o autor do gol mineiro.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, às 21h50min, na Arena Independência. O Galo tem a vantagem do empate e o Palmeiras pode avançar de fase caso ganhe por apenas um gol de diferença, desde que marque mais de um.

Os quase 20 mil alviverdes que assistiram o jogo nas arquibancadas foram o melhor presente para eles mesmos na comemoração do aniversário palmeirense. Cantaram e incentivaram os 90 minutos um time dominado pelo adversário e que teve extrema dificuldade para chegar ao gol rival. E mesmo assim poderia ter sido sorte melhor. No fim do primeiro tempo, Henrique teve nos pés a chance de abrir o placar, em pênalti inexistente sobre Mazinho. E marcou. Porém, a cobrança foi invalidada, por invasão da área. Na segunda batida, o camisa 19 trocou o canto e mandou para fora.

Melhor no primeiro tempo, o Galo percebeu que, mesmo fora de casa, poderia vencer a partida na etapa final e foi para cima. Levir Culpi colocou Luan na vaga de Rafael Carioca e foi coroado logo em seguida: Renato perdeu bola no meio, Dátolo puxou contra-ataque, e Maicosuel cruzou na medida para o meia-atacante que entrara há pouco.

No desespero, o Palmeiras ainda tentou partir para cima, com mais vontade do que técnica, mas não foi suficiente. A festa era verde, mas quem comemorou foi o Atlético.

Bookmark and Share

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.