Porto Alegre, domingo, 26 de Outubro de 2014

  • 28/08/2014
  • 00:52
  • Atualização: 07:55

Medeiros garante que confiança em Abel continua

Mesmo com terceira derrota consecutiva, vice de futebol não irá elevar tom no vestiário do Inter

Inter precisa vencer com três gols de diferença para avançar para as oitavas | Foto: Fabiano do Amaral

Inter precisa vencer com três gols de diferença para avançar para as oitavas | Foto: Fabiano do Amaral

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

A derrota do Inter para o Bahia, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no estádio Beira-Rio, ligou um “sinal de alerta” no Beira-Rio. Porém, a direção colorada, apesar da terceira derrota consecutiva do time não pretende trocar de técnico emuito menos subir o tom das cobranças.

“Não estamos satisfeitos com o momento negativo, mas não vai ser por causa da derrota, que a voz do comando do vestiário vai ser alterada. Temos que ter serenidade no momento da vitória e da derrota. Ninguém está satisfeito com a derrota. Não jogamos do mesmo nível que vínhamos jogando. Aquele gol que sofremos no início da segunda etapa, merece reflexão de todos pela maneira que ele foi construído. Deu um abalo psicológico e o time não se encontrou”, declarou o vice de futebol, Marcelo Medeiros.

O dirigente lembrou que as três bolas que o Inter acertou no poste de Marcelo Lomba no primeiro tempo poderiam ser decisivas se tivessem entrado, porém, fez questão de admitir que o rendimento foi bem inferior ao das derrotas para São Paulo e Atlético-MG. Segundo Medeiros, o momento é de trabalhar e corrigir os erros para buscar a recuperação contra o Palmeiras.

“Claro que (Abel Braga) tem (respaldo da direção). Uma das decisões mais difíceis que um dirigente tem que fazer é alteração de uma comissão técnica durante a competição. Temos uma confiança muito grande. O Abel não precisa provar. A gente sabe que jogou mal. A má apresentação coletiva atrapalhou e houve uma queda nas individualidades, mas é o mesmo treinador que venceu os três Gre-Nais e ficou a dois pontos do Cruzeiro. Complicou. Se não me engano, o Bahia não perde há sete jogos. O futebol está muito equilibrado, em especial em mata-matas. O Ceará mostrou que tem virtudes. Podemos reverter contra o Bahia, pela grandeza do Inter e pelo comprometimento de todos os profissionais do departamento de futebol, a gente tem que encontrar respostas rapidamente, pois temos um jogo importante contra o Palmeiras no sábado”, completou o dirigente.

A partida contra o Palmeiras, no sábado, às 18h30min, no Pacaembu é válida pela 18ª do Campeonato Brasileiro. Neste momento, o Inter é o terceiro colocado com 31 pontos. Na Copa Sul-Americana, o Inter volta a enfrentar o Bahia no dia 4 de setembro, em Salvador. Para avançar às oitavas-de-final, o time precisa vencer por três gols de diferença.

Bookmark and Share