Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 28/08/2014
  • 21:56
  • Atualização: 02:45

Grêmio desperdiça chances e perde por 2 a 0 do Santos

Tricolor precisará golear no jogo de volta para avançar na Copa do Brasil

  • Comentários
  • Bernardo Bercht / Correio do Povo

Desastrosa. Assim foi a noite do Grêmio nesta quinta-feira, no primeiro embate com o Santos pela Copa do Brasil. Apesar de criar boas chances na etapa inicial, o Tricolor levou 2 a 0 no confronto das oitavas de final. Além disso, viu Felipão ser expulso e confusões na torcida – até com insultos racistas ao goleiro santista Aranha.

Em desvantagem, o Grêmio precisa de uma goleada na Vila Belmiro para chegar às quartas de final do torneio nacional. Ou então ganhar por 2 a 0 e decidir a vaga nos pênaltis. O confronto de volta ocorre na próxima quarta-feira. Antes disso, o time gaúcho recebe o Bahia na Arena, domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Muitas chances gremistas e gols só do Santos


A incompetência ofensiva raras vezes teve um preço tão caro para o Grêmio. O Tricolor dominou os primeiros 37 minutos de partida e desperdiçou quatro chances claras de gol. Para o Santos, bastaram duas oportunidades para anotar o 2 a 0 e derrubar o ímpeto gremista.

Zé Roberto já puxou a primeira boa jogada do Grêmio logo aos quatro minutos. Ele tabelou com Dudu, que devolveu de calcanhar na área, mas a conclusão saiu fraca para defesa de Aranha. Dois minutos depois, Giuliano perdeu a primeira chance claríssima. Barcos fez a parede no ar e deixou o companheiro na frente da área. Giuliano driblou dois marcadores, mas na cara do gol chutou para fora.

Quatro minutos depois, a principal contratação do Grêmio para o segundo semestre voltou a perder oportunidade. A bola sobrou no bate e rebate, ele tentou concluir de bico com o gol à disposição, mas errou a mira novamente. Aos 20 minutos, contudo, ele tinha tudo para se redimir. Arrancou pela esquerda em grande jogada, tirou da marcação e serviu Luan com carinho. Só que daí foi a vez do companheiro chutar em cima da zaga, a dois passos da linha do gol. A quarta chance foi perdida por Barcos, aos 27 minutos. Dudu fez grande jogada, girando sobre a marcação e rolou para Giuliano. Ele tentou o chute, que Aranha espalmou. A bola ainda caiu no pé de Barcos, mas o centroavante bateu em cima do zagueiro.

Aí o castigo veio a galope. Aos 37 minutos, Pará errou na marcação e precisou ceder escanteio. Na cobrança, a zaga não acompanhou David Braz, que cabeceou de peixinho, sem chances para Marcelo Grohe evitar o 1 a 0. Aos 44, Robinho foi lançado na área, chutou na direção do goleiro gremista, mas Werley meteu o pé, tentando afastar. A bola voltou em cima de Robinho que, sem querer, mandou para o gol, tirando Grohe completamente do lance no 2 a 0.

Felipão é expulso e time não consegue buscar o prejuízo


Para piorar o cenário, Felipão foi expulso ao bater boca com a arbitragem e Ivo Wortmann foi o representante na casamata para a segunda etapa. O retorno foi com Alán Ruiz e Matheus Bitecos nos lugares de Walace e Luan. A pressão durou todos os 45 minutos, mas com a mesma falta de eficiência do primeiro tempo. No minuto inicial, Cicinho tirou de Rhodolfo quando o zagueiro ia chutar para o gol.

Aos 16, Zé Roberto fez interceptação crucial para evitar gol e ainda lançou contragolpe. Alán Ruiz recebeu, tentou o chute cruzado e a zaga santista desviou. No minuto seguinte, Barcos recebeu na direita, chutou cruzado, forte, e Aranha desviou para a bola raspar na trave sem qualquer recompensa para os gremistas.

Os escanteios se acumularam na casa das dezenas, as faltas nos arredores da área se somaram, mas o gol não veio de forma alguma. Alán Ruiz tentou chute rasteiro, que desviou na zaga. Rhodolfo pulou sem marcação na área, tentou o peixinho, mas mandou para fora, sem direção. Aos 40, Marcelo Grohe ainda teve de fazer milagre para impedir prejuízo ainda maior. Rildo foi lançado na cara do gol e o goleirão se atirou no caminho para impedir a goleada.

Copa do Brasil - Oitavas de final

Grêmio 0
Marcelo Grohe; Pará, Werley, Rhodolfo e Zé Roberto; Ramiro, Walace, Giuliano, Luan e Dudu; Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Santos 2
Aranha, Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro, Gabriel e Robinho. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Cartões amarelos: Ramiro, Pará (G); Edu Dracena, Alison, David Braz (S)
Gols: David Braz (37min1ºT) e Robinho (44min/1ºT).
Público/Renda: 30.294 torcedores; renda R$ 814.899,00
Local: Arena.
Árbitro: Wilton Sampaio.

Bookmark and Share