Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

  • 29/08/2014
  • 16:44
  • Atualização: 16:55

Koff promete identificar quem fez ofensas racistas a Aranha

Dois torcedores foram excluídos do quadro social do Grêmio

Koff prometeu que todos os torcedores serão identificados | Foto: Filipe Duarte / Especial CP

Koff prometeu que todos os torcedores serão identificados | Foto: Filipe Duarte / Especial CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O presidente do Grêmio, Fábio Koff, concedeu entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira no estádio Olímpico para tratar sobre as ofensas racistas de alguns torcedores ao goleiro Aranha, do Santos, na partida entre os dois clubes pela Copa do Brasil na noite dessa quinta. Koff defendeu que o Tricolor não deve sofrer uma punição desportiva e prometeu que todos os gremistas que ofenderam o goleiro santista serão identificados até o começo da próxima semana.

• MP solicita abertura de inquérito policial após caso de racismo
• Mulher suspeita de racismo na Arena do Grêmio é afastada do trabalho
• Aranha presta queixa por racismo em delegacia de Porto Alegre

"Não há como o Grêmio aceitar esse tipo de atitude. Identificaremos todos que cometeram o ato de racismo. Os meios de identificação que os estádios dispõem hoje são suficientes para encontrar a responsabilidade de quem pratica o ato. O Grêmio fará todo o possível para ajudar as autoridades em busca da verdade e da responsabilização daqueles que cometeram o ato”, declarou o presidente gremista que defendeu que o clube não deve sofrer punição pelo ato dos torcedores.

“Eu entendo que não. Prevalece no futebol, ainda que seja uma pena de natureza administrativa, o principio maior. A pena não pode ultrapassar o limite daquele que praticou. Quem está ao lado não pode sofrer a consequência. Vamos identificar os demais que fizeram, Dr. Gabriel (Vieira, advogado do clube) está trabalhando. No máximo até terça-feira teremos a identificação de todos. Essa é a obrigação do Grêmio e vamos cumprir”, completou.

Fábio Koff revelou ainda que irá entrar em contato com o goleiro Aranha para pedir desculpas formais. “Eu devo entrar em contato hoje com o atleta, não o fiz ontem porque ele estava no controle antidoping. Pedi ao presidente do Santos que transmitisse as desculpas formais do Grêmio com relação àquele fato. O clube repudia o fato praticado, mas não aceita generalizações”.

Dois torcedores são expulsos do quadro social

O advogado gremista Gabriel Vieira destacou que cinco torcedores foram identificados pelas câmeras da Arena fazendo ato racistas. Dois deles são sócios do clube e foram excluídos do quatro social. Outros cinco torcedores aparecem fazendo xingamentos ao goleiro Aranha, mas não houve a comprovação de que eram ofensas racistas.

Bookmark and Share


TAGS » Grêmio, Futebol, Esporte