Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 31/08/2014
  • 20:23
  • Atualização: 20:28

Grêmio vence o Bahia e avança uma posição no Brasileiro

Barcos marcou o gol da vitória do Tricolor no segundo tempo de jogo

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Grêmio venceu o Bahia, por 1 a 0, na noite deste domingo, na Arena, e subiu da sétima para a sexta colocação do Brasileiro. Com os três pontos, o Tricolor chega a 28 e fica a quatro do Fluminense, último clube do G-4, e a 14 do líder Cruzeiro. Apesar de não ter apresentado o melhor desempenho, os comandados de Felipão conseguiram impedir os ataques dos baianos e ainda criaram algumas oportunidades.

Como o jogo contra o Santos, na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil, foi suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva até o julgamento pelo caso de racismo na partida contra os paulistas, o próximo compromisso do Tricolor é contra o Flamengo, no próximo sábado, às 18h30min, no Maracanã. Os baianos recebem o Coritiba, no domingo, às 18h30min, na Fonte Nova.

O jogo

Necessitando de recuperação e atuando em casa, o Grêmio partiu para o ataque logo após o apito inicial de Péricles Bassols Cortez. Logo a dois minutos, Alán Ruiz cobrou falta da direita de ataque e obrigou Marcelo Lomba a afastar de soco. Porém, com o passar do tempo e trocando muitos passes, o Bahia passou a dividir as ações ofensivas com o Tricolor gaúcho.

Giuliano, aos 11, arriscou de fora da área, mas o chute saiu rasteiro e fraco para fácil defesa de Lomba. Quatro minutos depois, Rhodolfo errou na saída de bola, Guilherme Santos invadiu a área pela esquerda de ataque e chutou cruzado rasteiro. Marcelo Grohe, atento, fez a defesa.

Com ambos os times dividindo o domínio da posse de bola, o jogo passou a ficar movimentado. Contudo, sem os meios de campo e os ataques conseguirem furar os bloqueios defensivos adversários. Aos 17, Barcos recebeu lançamento de Dudu, girou e bateu, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. Logo depois, em um rápido contra-ataque, Dudu cortou o marcador e bateu. Como o chute foi rasteiro e fraco, Lomba fez defesa tranquila.

A partir dos 25, o Grêmio passou a esperar o Bahia, que mantinha maior posse de bola, para contra-atacar. Os baianos trocavam muitos passes e procuravam as laterais para passar pelo sistema defensivo armado por Felipão, mas encontravam dificuldades. Aos 33, Fellipe Bastos cobrou falta da esquerda de ataque, próximo à grande área, a bola quicou e Lomba fez boa defesa. Dois minutos depois, Dudu se livrou da marcação de Titi, mas chutou alto, sem perigo.

Nos últimos minutos do primeiro tempo, os dois times passaram a disputar a bola no meio de campo e não conseguiram mais criar nenhum lance de perigo. Enquanto isso, nas arquibancadas, uma torcida entoou um cântico com o termo “macaco”. Foi vaiada pela maioria presente na Arena.

Gol conclui grande tabela

Na segunda etapa, Felipão retirou Alán Ruiz e colocou Matheus Biteco. Com a alteração, o Grêmio partiu para cima do Bahia. Logo a um minuto, o volante que entrou no intervalo fez jogada individual e chutou, mas a bola desviou no marcador e foi pela linha de fundo.

Aos 10, Fellipe Bastos matou a bola no peito e, sem deixar cair, chutou forte. Lomba, no meio do gol, fez a defesa. Três minutos depois, a pressão do Grêmio se transformou em vantagem. Giuliano cruzou da direita de ataque, Dudu se antecipou ao marcador, que caiu após o choque, e chutou. Antes de a bola cruzar a linha, Barcos empurrou para o fundo das redes: Tricolor, 1 a 0.

Após o gol, o Bahia abandonou o posicionamento defensivo e partiu para o ataque. Apesar da maior presença no campo ofensivo, o Grêmio conseguia resistir e ainda buscava rápidos contra-ataques para ampliar. Aos 32, Zé Roberto aproveitou o espaço pelo meio de campo, avançou e na entrada da área bateu forte. Lomba foi obrigado a saltar e espalmar a bola pela linha de fundo.

Nos minutos finais, o Grêmio recuou os 11 jogadores até metade do campo defensivo para manter o placar. Já o Bahia, com espaço, passou a pressionar. No entanto, como ocorreu durante todo o jogo, não teve forças para superar o bloqueio armado por Felipão.

Brasileirão - 18ª rodada

Grêmio 1
Marcelo Grohe; Matías Rodríguez (Pará), Rhodolfo, Geromel e Zé Roberto; Fellipe Bastos, Ramiro, Giuliano, Alan Ruiz (Matheus Biteco) e Dudu (Bressan); Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Bahia 0
Marcelo Lomba; Roniery, Demerson, Titi e Guilherme; Fahel, Rafael Miranda, Diego Macedo (Maxi Biancucchi) e Emanuel Biancucchi (Henrique); Rafinha (Rhayner) e Kiesa. Técnico: Gílson Kleina

Gol: Barcos (13min/2ºT)
Cartões amarelos: Kiesa, Fahel e Guilherme (B) e Ramiro, Barcos, Matías Rodriguez e Fellipe Bastos (G)
Público: 14.246 torcedores
Renda: R$ 297.717
Local: Arena do Grêmio
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (Fifa-RJ)
Assistentes: Rodrigo Corrêa (RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ)

Bookmark and Share