Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 01/09/2014
  • 15:12
  • Atualização: 15:22

Polícia deve pedir para Paulão depor novamente sobre caso de racismo

Imagens preliminares indicam que mesmo torcedor xingou o goleiro do Santos e zagueiro colorado

Polícia deve pedir para Paulão depor novamente sobre caso de racismo | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

Polícia deve pedir para Paulão depor novamente sobre caso de racismo | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

  • Comentários
  • Lancepress

As ofensas racistas ao goleiro Aranha, na última quinta-feira, na Arena do Grêmio, também causarão mudanças em outro inquérito policial sobre o tema que corre na 4ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, no bairro Navegantes. O zagueiro Paulão, do Inter, que também relatou xingamentos racistas na final do Campeonato Gaúcho, no estádio gremista, será reinquirido a depor, já que polícia e Tricolor suspeitam de reincidência de um torcedor.

Mulher suspeita de racismo na Arena do Grêmio é afastada do trabalho
Grêmio dificilmente escapará de punição", avalia advogado do clube

As imagens atuais ainda não são conclusivas. No caso do zagueiro colorado, ocorrido em março, a qualidade das imagens da Arena impediu que fosse possível identificar o responsável pelas ofensas racistas. Mas o inquérito segue. Agora, há a suspeita, pelo que foi visto de imagens preliminares do caso do goleiro Aranha, que o torcedor estava envolvido nos xingamentos ao santista. Por isso haverá um novo contato com o defensor colorado para tentar apontar quem o ofendeu em março, na final do Campeonato Gaúcho.

A informação foi revelada por uma fonte do clube gaúcho e confirmada pelo delegado da 4ª DP, Herbert Ferreira. A situação ainda não é definitiva e só deve ser levada adianta nas próximas semanas, após os torcedores do caso Aranha serem identificados e ouvidos.

"Agora estamos focados em apurar sobre o caso do goleiro Aranha. A situação fica para depois. Temos uma suspeita, mas não é algo concreto ainda. Vamos reinquirir o Paulão para depor e ver se é possível ele identificar o torcedor nas novas imagens", disse Ferreira.

O clube gaúcho não conseguiu identificar o torcedor que ofendeu Paulão. Por isso, acabou julgado e multado em R$ 80 mil no TJD-RS.

O Tricolor ainda crê que quem cometeu o ato de ofensas racistas a Paulão tenha ligação com a torcida Geral do Grêmio, mesmo que ao ofender o jogador do Internacional, não estivesse no setor deliberado para a torcida. O fato ocorreu logo acima do túnel de saída de campo, em uma zona considerada nobre dentro dos setores da Arena, diferente do setor atrás de uma das metas, a Arquibancada Norte, local com ingressos mais baratos do estádio gremista.

Bookmark and Share