Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 01/09/2014
  • 19:33
  • Atualização: 20:08

Torcedora que chamou goleiro do Santos de “macaco” será ouvida na quinta-feira

Dois torcedores serão ouvidos na manhã de terça-feira na 4ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre

  • Comentários
  • Samuel Vettori / Rádio Guaíba

A jovem Patrícia Moreira, flagrada por câmeras chamando o goleiro do Santos de “macaco”, no jogo da semana passada, na Arena, está sendo aguardada na quinta-feira, na 4ª Delegacia de Polícia, confirmou o delegado Herbert Ferreira à Rádio Guaíba. Outros dois torcedores foram intimados para comparecer na terça-feira pela manhã no mesmo distrito policial. Os nomes da dupla não foram divulgados.

Todos estão sendo investigados por injúria qualificada. A Polícia Civil começou a analisar as imagens entregues pelo Grêmio mostrando um grupo gritando palavras ofensivas ao goleiro do Santos. Na semana passada a direção do clube informou ter identificado cinco torcedores. Os nomes, no entanto, ainda não foram encaminhados à Polícia.

O goleiro Aranha prestou depoimento na manhã de sexta-feira, na 4ª Delegacia de Polícia. Ele confirmou ter sido ofendido com xingamentos de cunho racista. Em caso de condenação, os torcedores identificados ofendendo Aranha podem pegar de um a três anos de prisão. Já o caso de injúria qualificada investigado em Bento Gonçalves, contra o ex-árbitro Márcio Chagas, terminou sem punição. Os torcedores que chamaram o profissional de “macaco” não foram identificados.

* Com informações do produtor Rodrigo Morel, da Rádio Guaíba.

Bookmark and Share