Porto Alegre, sábado, 29 de Novembro de 2014

  • 01/09/2014
  • 20:54
  • Atualização: 21:47

Grêmio avalia colocar cadeiras em toda a Arena, diz dirigente

Grêmio avalia maneiras de prevenir prejuízos ao clube causados por torcida organizada

Grêmio avalia maneiras de prevenir prejuízos ao clube causados por torcida organizada | Foto: Grêmio/Divulgação/CP Memória

Grêmio avalia maneiras de prevenir prejuízos ao clube causados por torcida organizada | Foto: Grêmio/Divulgação/CP Memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

O assessor especial do Grêmio para torcidas organizadas, Lauro Noguez, revelou que a direção do clube voltou a analisar o fechamento do "setor geral" da Arena. "Não está fora de cogitação fechar o anel inferior com cadeiras", relatou em entrevista à Rádio Guaíba sobre a decisão do clube, nesta segunda-feira, de suspender a torcida organizada Geral do Grêmio.

"Não existe a posição tomada, mas se admite tirar aquele espaço mais barato, para pessoas de menor poder aquisitivo, mas que por alguns foi mal utilizado", definiu Noguez. Ainda assim, ele relatou que não é a primeira medida a ser trabalhada.

Sobre a suspensão da torcida, ele salientou que foi aprovada de maneira unânime pelo Conselho de Administração. "Precisava ser tomada uma medida para mostrar o desserviço ao Grêmio que está fazendo esse tipo de torcedor", relatou. Ele detalhou, ainda, como funcionará o veto nos jogos: "O Grêmio vai proibir que entrem quaisquer alusões à torcida Geral. Instrumentos musicais, faixas e banners estarão proibidos de entrar naquele espaço".

Noguez afirmou que não há prazo para o retorno do grupo às arquibancadas. "Essa suspensão pode ser até o ano que vem. O time procurará investigar e passar para as autoridades competentes as pessoas que cometeram aquele tipo de crime", explicou.

Bookmark and Share