Porto Alegre, sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

  • 03/09/2014
  • 11:01
  • Atualização: 11:04

Alemanha e Argentina reeditam final da Copa em Dusseldorf

Amistoso marcará estreia de Tata Martino no comando da seleção portenha

Alemanha e Argentina reeditam final da Copa em Dusseldorf | Foto: Patrik Stollarz / AFP / CP

Alemanha e Argentina reeditam final da Copa em Dusseldorf | Foto: Patrik Stollarz / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Alemanha e Argentina reeditam na tarde desta quarta-feira final da Copa do Mundo de 2014. Campeão e vice-campeão fazem um reencontro em Dusseldorf menos de dois meses depois da conquista alemã em solo brasileiro. O jogo está marcado para as 15h45min.  

A Alemanha entrará em campo com algumas modificações e uma delas será a ausência do lateral Lahm, que se aposentou da seleção logo após o Mundial. A braçadeira de capitão passará para o volante Schweinsteiger, que foi bastante elogiado pelo técnico Joaquim Low. Apesar disso, como o jogador está lesionado, um novo líder será escolhido para a partida de hoje.

Löw, que convocou 18 jogadores que estiveram no Mundial, afirmou que o jogo não será uma revanche: “Não é de forma alguma, porque eles não podem mais ganhar o título. É mais uma preparação para o que vem nos próximos meses”, disse. O meia Özil está fora do confronto. O jogador do Arsenal sofreu uma lesão no joelho no empate em 1 a 1 com o Leicester, também no domingo.

A argentina tem problemas de escalação no setor ofensivo. Como se não bastasse a ausência de Lionel Messi, cortado por conta de dores musculares, o técnico Tata Martino perdeu para a sua estreia o centroavante Higuaín. Segundo a imprensa argentina, as dores de Higuaín foram sentidas já na estreia do Napoli no Campeonato Italiano contra o Genoa, no último domingo.

Conforme o Diário Olé, Martino deve escalar a Argentina de forma agressiva, no 4-3-3. Conforme o jornal, o esquema é mais ofensivo daquele que foi proposto por Alejandro Sabella. Mesmo assim, o atual comandante quer uma equipe equilibrada porque qualquer descuido diante da campeã mundial pode ser mortal.

Bookmark and Share