Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 03/09/2014
  • 11:26
  • Atualização: 11:46

Palmeiras anuncia Dorival Júnior como novo técnico

Treinador foi jogador do Alviverde nos anos 80 e 90

Palmeiras anuncia Dorival Júnior como novo técnico | Foto: Fabiano do Amaral / CP Memória

Palmeiras anuncia Dorival Júnior como novo técnico | Foto: Fabiano do Amaral / CP Memória

  • Comentários
  • Lancepress

Ex-jogador do clube, Dorival Júnior foi anunciado na manhã desta quarta-feira como novo técnico do Palmeiras. Ele chega para substituir o argentino Ricardo Gareca, demitido após a derrota para o Inter. Dorival se torna o 26º ex-atleta do Alviverde a se tornar treinador da equipe.

O atual treinador sempre sonhou em dirigir o Palmeiras. Desde pequeno acompanhou o tio jogar pelo clube. Dudu, com 609 jogos, é um dos maiores ídolos do centenário Verdão. Dorival seguiu os passos do ex-volante, maior parceiro de Ademir da Guia, e atuou na mesma posição.

Antes conhecido apenas como Júnior, o atual técnico passou pelo Palmeiras de 1989 a 92, com 157 jogos. Foram 74 vitórias, 52 empates e 31 derrotas, sem títulos no Palestra Itália. O ex-volante, nascido em Araraquara-SP, mesma cidade do tio, era conhecido pelo espírito de liderança no grupo.

Treinador desde 2002, Dorival Júnior nunca escondeu o desejo de voltar ao Palmeiras. Vários dirigentes e conselheiros sempre defenderam a contratação por conta da identificação do ex-atleta, que teve seu melhor momento comandando o Santos, em 2010. O sonho ficou próximo mais de uma vez na última década. Em 2008 e 2009, ele chegou a negociar, mas foi preterido por não ser a primeira opção. Em maio deste ano, o treinador chegou a ser entrevistado pela diretoria, que depois decidiu contratar Ricardo Gareca.

Com a demissão do argentino na última segunda-feira, Dorival foi a primeira e única opção considerada pelo presidente Paulo Nobre e pela diretoria. O acerto aconteceu nesta terça: o técnico chega com o desafio de se recuperar na carreira, após trabalhos ruins por grandes clubes do Brasil, casos de Fluminense, Vasco, Flamengo, Inter e Atlético-MG.

Bookmark and Share