Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 22º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Copa do Brasil

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

03/09/2014 21:42 - Atualizado em 04/09/2014 00:09

Cruzeiro vence e vai às quartas de final da Copa do Brasil

Equipe mineira confirmou o favoritismo após goleada de 5 a 0 no jogo de ida

Decisivo na virada, Marlone foi um dos destaques do jogo<br /><b>Crédito: </b> Ailton Cruz / VIPCOMM / CP
Decisivo na virada, Marlone foi um dos destaques do jogo
Crédito: Ailton Cruz / VIPCOMM / CP
Decisivo na virada, Marlone foi um dos destaques do jogo
Crédito: Ailton Cruz / VIPCOMM / CP

O Cruzeiro saiu do Estádio Municipal de Arapiraca, na noite desta quarta-feira, com mais um triunfo sobre o Santa Rita, de Alagoas. Desta vez, o atual campeão brasileiro venceu por 2 a 1, de virada. O próximo adversário, nas quartas de final, será o ABC, do Rio Grande do Norte, que eliminou o Vasco da Gama.

O técnico Marcelo Oliveira mandou a campo um time com apenas três atletas titulares. A falta de entrosamento ficou nítida durante o confronto, especialmente pela falta de entrosamento. Aos poucos, o Cruzeiro se encontrou em campo e, novamente, venceu o adversário

O mandante, por sua vez, não soube aproveitar a ausência dos principais nomes do Cruzeiro para pelo menos conquistar a vitória. Reinaldo Alagoano, Rafael Silva e Gueba, os homens de frente do time nordestino, tiveram dificuldades para chegar à área adversária.

As melhores oportunidades do Santa Rita saíram pelo lado esquerdo da defesa rival, onde o zagueiro Alex jogou improvisado. Apesar das dificuldades para atacar, foram os donos da casa que abriram o placar. Cristiano Fontes aproveitou cruzamento rasteiro e, na posição do centroavante, fez o único gol da equipe.

Na volta do intervalo, o treinador do Cruzeiro demonstrou preocupações com o desempenho de sua equipe e mudou algumas peças. Na defesa, Eurico entrou na lateral-esquerda, no lugar de Alex, enquanto Marcelo Moreno assumia o lugar de Neilton.

Mais organizado taticamente e com boas trocas de posição, característica principal do time, , o visitante alcançou a virada e manteve a sua invencibilidade na Copa do Brasil. De pênalti, Júlio Baptista empatou. Dois minutos depois, Marlone passou por quatro adversários e rolou para Marcelo Moreno virar a partida.

Bookmark and Share 

Fonte: Lancepress






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.