Correio do Povo

Porto Alegre, 15 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
10º 21º


Faça sua Busca


Esportes > Futebol > Copa Sul-Americana

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/09/2014 23:53 - Atualizado em 05/09/2014 00:12

Inter cede empate e dá adeus à Sul-Americana

Precisando vencer, Colorado jogou mal e não foi além do 1 a 1 com o Bahia em Salvador

Inter cede empate e dá adeus à Sul-Americana
Crédito: Romildo de Jesus / Lancepress / CP

O Inter fez uma partida pouco inspirada e até vislumbrou a vitória, nesta quinta-feira contra o Bahia, na Fonte Nova. Mas apesar de fazer 1 a 0 ainda no primeiro tempo, cedeu o empate e somou mais uma desclassificação, dessa vez dando adeus à Copa Sul Americana.

Derrotado por 2 a 0 no Beira-Rio, Abel Braga tirou quase todos os marcadores do time e tentou ser ofensivo, porém não conseguiu reverter o placar. Agora só resta o “priorizado”, Brasileirão, para o qual os colorados voltam no domingo, às 18h30min, contra o Figueirense, no Beira-Rio.

Inter desorganizado e Bahia cauteloso


O primeiro tempo foi em sua principal definição “morno”. Com time misto, o Inter pareceu desorganizado com as mudanças de esquema e jogadores em campo, enquanto o Bahia era cuidadoso em suas investidas, já que o placar o favorecia. As melhores chances dos primeiros 45 minutos, contudo, foram dos donos da casa.

Logo aos quatro, falha do volante Williams deixou Fahel na cara do gol. Ele foi lançado pela esquerda e tentou chutar cruzado. Dida acompanhou e a bola bateu na rede pelo lado de fora. No contragolpe, o Inter ganhou escanteio e, na sobra, Fabrício chutou forte, mas sem direção.

A zaga do Inter continuava fazendo água e os baianos se aproveitavam para investir nas costas de Paulão e Ernando. Aos 14 minutos, Kieza perdeu gol incrível. Ele tabelou com Rafael Miranda, que devolveu de calcanhar. Na cara do gol, o atacante mandou direto para fora. Aos 39, Dida teve de trabalhar: Rhayner foi lançado pela esquerda, novamente nas costas da defesa, cortou Paulão com um drible e chutou cruzado, mas o goleirão se esticou todo para espalmar.

Mas quando menos se esperava do Inter, aí que veio o gol para animar as chances de classificação. Aos 45 minutos, Alex recuperou bola na intermediária, driblou um marcador e chutou forte. Parecia que ia para fora, mas um desvio na defesa tirou Marcelo Lomba do lance e garantiu o 1 a 0 para o Colorado.

Classificação esbarra em futebol pouco inspirado

O Colorado encontrou o gol que precisava antes da virada da primeira etapa, mas teve dificuldades em sair disso. No segundo tempo, Abel tirou Williams e colocou Alan Patrick, tentando empurrar o time à frente. Aos quatro minutos, o 2 a 0 poderia ter chegado com Wellington Paulista, que aparou cruzamento de cabeça, mas mandou sobre o gol.

Apesar de se concentrar no setor defensivo, o Bahia continuou perigoso, graças à má jornada de Paulão e Ernando, muito vulneráveis nas bolas lançadas. Num desses lances, Kieza desviou de cabeça para Pará, livre, mas o lateral deixou a bola passar e perdeu a chance de igualar. Aos 13 minutos, Pará cruzou na pequena área, Kieza subiu sozinho, mas não conseguiu mandar para o gol.

Novamente em contragolpe, quando o Inter pressionava com Valdívia, que substituiu Sasha, o Bahia conseguiu a falta que definiu a partida. Diego Macedo escapou em velocidade e Fabrício teve de derrubá-lo, levando amarelo. Na cobrança, Léo Gago mandou colocado para a área, a zaga ficou plantada no chão e Henrique apareceu de cabeça para anotar o 1 a 1. Abel já tinha substituído Wellington por Leandro, na última cartada ofensiva, mas de pouco serviu. A eliminação já estava determinada.

Copa Sul-Americana

Inter 1
Dida; Gilberto, Paulão, Ernando e Fabrício; Willians (Alan Patrick), Wellington (Leandro), Alex e Eduardo Sasha (Valdívia); Wellington Paulista e Rafael Moura. Técnico: Abel Braga.

Bahia 1

Lomba; Roniery, Lucas Fonseca,Titi e Pará; Fahel, Rafael Miranda, Léo Gago e Diego Macedo (Rafinha); Rhayner (Guilherme) e Kieza (Henrique). Técnico: Gilson Kleina.

Gols: Alex (45min/1ºT), para o Inter; Henrique (33min/2°T), para o Bahia.
Cartões amarelos: Alex, Paulão, Fabrício (I); Rhayner, Titi (B).
Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ), com Marcelo Carvalho van Gasse (Fifa-SP) e Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO).
Local: Arena Fonte Nova Nova, em Salvador (BA).


Bookmark and Share

     Ouça o áudio: Gols da partida


Fonte: Bernardo Bercht / Correio do Povo






O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.