Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 22 de Outubro de 2017

  • 21/09/2017
  • 19:38
  • Atualização: 20:40

Botafogo desembarca no Rio com apoio de torcedores

Jogadores demonstraram abatimento após eliminação para o Grêmio

  • Comentários
  • AE

Menos de 24 horas depois de perder para o Grêmio por 1 a 0 e ser eliminado nas quartas de final da Libertadores, o Botafogo desembarcou na tarde desta quinta-feira no Rio de Janeiro. Os jogadores preferiram não falar com a imprensa e mostraram abatimento. A eliminação, porém, não impediu que a torcida manifestasse seu apoio ao time.

Dezenas de botafoguenses foram ao Aeroporto Santos Dumont, aplaudiram e cantaram os nomes dos jogadores. E, apesar do abatimento, os atletas pararam para tirar fotos com os torcedores.

Entre torcida e jogadores, a sensação parecia a mesma. A tristeza pela eliminação não diminuiu o reconhecimento pela grande campanha do time, considerado azarão da competição. E se não falaram no aeroporto, este também foi o tom das postagens dos jogadores nas redes sociais.

"Chegamos perto de um sonho, que, infelizmente, ainda não se concretizou. O que conforta e alivia é saber que fizemos tudo ao nosso alcance durante as batalhas. Tenho orgulho de fazer parte desta família que trabalha duro e se sacrifica ao máximo para honrar esta grande camisa. Com o nosso empenho e apoio de toda a nossa torcida, vamos em busca da Libertadores em 2018!", escreveu o capitão Joel Carli no Instagram.

"O Botafogo, de desacreditado para muitos, passou a ser olhado com outros olhos. E assim caímos em mais um mata-mata em que lutamos, nos dedicamos e honramos essa camisa. Agora, a tristeza vem, pois estávamos tão perto de realizar esse sonho. Mas não temos tempo para lamentar. O orgulho e a gratidão por esse grupo fazem com que a gente sonhe novamente com esses momentos em uma nova oportunidade",

comentou Pimpão.

Imediatamente após a queda, o técnico Jair Ventura e os jogadores ressaltaram o compromisso de levar o Botafogo novamente à Libertadores. Atualmente, o time é o sétimo colocado do Brasileirão, à beira do G6. Por isso, precisa vencer na competição, pela qual enfrenta o Coritiba no domingo, no Couto Pereira.

"O sentimento ainda é de tristeza por tudo que passamos e construímos desde o início da temporada. E pela relação que criamos com a Libertadores. Mas o orgulho que todo este grupo tem por tudo isso que construímos é imenso. Que possamos levantar rápido a cabeça e recolocar o Botafogo na Libertadores. O que vivemos não se compara. E esse sentimento ninguém entende", escreveu o goleiro Gatito Fernández.