Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 19 de Abril de 2018

  • 10/01/2018
  • 19:04
  • Atualização: 19:26

Romildo dá pistas sobre centroavante: “Grêmio costuma recuperar jogadores”

Presidente disse ainda não ter pressa para definir novo vice de futebol

Romildo praticamente descartou a contratação de um centroavante de peso | Foto: Cristiano Munari / Especial CP

Romildo praticamente descartou a contratação de um centroavante de peso | Foto: Cristiano Munari / Especial CP

  • Comentários
  • Cristiano Munari

O Grêmio tem uma prioridade nas contratações neste começo de 2018: encontrar o substituto de Lucas Barrios. Em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira, o presidente Romildo Bolzan Jr. deu pistas sobre o centroavante que o clube procura. Ele praticamente descartou um nome de grande peso e lembrou que o Tricolor costuma “recuperar jogadores”.

“Buscamos atender a nossa necessidade técnica. Não tem uma situação de fazer um grande investimento. Tem jogadores em final de contrato ou querendo sair dos seus clubes, que estão insatisfeitos. O Grêmio é um bom ambiente de recuperação de atletas. Esse contexto está sendo pesado. Estamos fazendo debate sobre dois jogadores que a gente entende que atendem a essas expectativas”, disse Romildo, que fez questão de ressaltar que Adriano Imperador não é um nome cogitado.

Mesmo sem fazer um grande investimento na busca por reforços. Romildo Bolzan Jr. garantiu que o Grêmio terá em 2018 um elenco mais forte que teve no ano passado. Além do centroavante, o clube busca um lateral-direito, um meia e um atacante de lado.

“O Grêmio vai ter neste ano um elenco muito mais forte e competitivo do que tivemos no ano passado. O Grêmio vai ter dois centroavantes, tem a situação do Jael e vamos buscar mais um. Vamos também buscar um lateral-direito, um outro atacante e um meia”, afirmou.

Romildo revelou que o Grêmio buscou informações sobre o meia Gustavo Scarpa, mas o valor pedido pelo Fluminense foi muito alto. Mesmo com o jogador tentando rescindir com o clube carioca, ele descartou seguir no negócio por considerar a questão jurídica complicada. “Buscamos informações sobre ele, consultamos o Fluminense e o valor era alto. Depois não trabalhamos mais nesse assunto. Não foi possível pelo custo que nos colocaram no primeiro momento. Agora essa situação jurídica é muito precária. Não vale a pena correr o risco”, garantiu.

Sem pressa para encontrar o vice de futebol

Na coletiva, Romildo Bolzan Jr. também falou sobre a busca de um substituto para Odorico Roman, que anunciou a saída do departamento de futebol no começo da semana. O presidente afirmou que não tem pressa para definir o novo nome e garantiu que a saída de Odorico não se deu por nenhum atrito interno no clube.

“(A saída) Foi um ato privado do Odorico, que não quis mais continuar e eu lamento. Ele é tão gremista que permaneceu esses dias conosco e permanecerá até que seja anunciado esse novo vice de futebol. Isso mostra o seu gremismo. Nós trabalhamos por buscar esse substituto, mas não temos pressa”, finalizou.