Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 17 de Janeiro de 2018

  • 11/01/2018
  • 21:41
  • Atualização: 07:52

Melo vê grupo mais forte, mas não descarta novas contratações

Vice-presidente de futebol do Inter destacou que clube monitora o mercado sul-americano

Roberto Melo destacou trabalho do Inter no mercado sul-americano | Foto: Carmelito Bifano / Especial / CP Memória

Roberto Melo destacou trabalho do Inter no mercado sul-americano | Foto: Carmelito Bifano / Especial / CP Memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

O vice-presidente de futebol do Inter, Roberto Melo, vê o grupo colorado mais fortalecido com relação ao início do ano passado. Ainda assim, em entrevista à Rádio Guaíba, ele disse que pode ir ao mercado por mais reforços. “Um grupo do tamanho do Inter nunca está totalmente fechado. Quando houver a oportunidade, temos que estar prontos para fazer o esforço”, afirmou ele, ressalvando, porém, que o Inter atravessa problemas financeiros.

Se a economia não anda das melhores, ao menos o time empolga mais do que o do início de 2017. “A gente sente que tem um grupo de qualidade e forte. Diferente do ano passado, quando tivemos que reformular todo um grupo. Isso é difícil, sempre”, comparou.

Dois dos reforços colorados nesta semana só chegarão ao Beira-Rio para o segundo semestre, o meia argentino Martin Sarrafiore e o zagueiro Rodrigo Moledo. O meia, destacou Melo, entrou no radar colorado graças a um grupo específico no Inter, que vasculha o mercado sul-americano. “A gente trabalha muito neste mercado sul-americano. É uma coisa que desde o início do ano passado”, contou. “O jogador apareceu muito bem. Realmente chamou atenção de todos. Vários clubes tentaram a contratação do atleta. O Inter fez tudo dentro do regulamento que a Fifa prevê”, acrescentou.

Quanto a Moledo, Melo não descartou a possibilidade de o jogador desembarcar antes do segundo semestre em Porto Alegre. No entanto, isso dependerá do Panathinaikos. “Vai depender do clube grego. O atleta tem contrato ainda. A gente fez um pré-contrato para que ele se apresente aqui em 1º de julho”, disse. “A gente trabalha com esta data, mas não dá para ser definitivo.”