Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 21 de Novembro de 2017

  • 08/05/2017
  • 18:18
  • Atualização: 18:21

Anderson Silva anuncia desistência de participar do UFC Rio 8

Decisão se deu após Spider ter pedido para disputar cinturão interino dos pesos médios negado

Decisão se deu após Spider ter pedido para disputar cinturão interino dos pesos médios com Yoel Romero negado | Foto: Erbs Jr. / Frame / Folhapress / CP

Decisão se deu após Spider ter pedido para disputar cinturão interino dos pesos médios com Yoel Romero negado | Foto: Erbs Jr. / Frame / Folhapress / CP

  • Comentários
  • AE

Anderson Silva confirmou que está fora do UFC Rio 8, marcado para 3 de junho. Em uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, o lutador lamentou deixar a programação após o UFC não atender ao pedido de que uma possível luta contra Yoel Romero colocasse em jogo o cinturão interino dos pesos médios. "Desmontando o camping e indo de volta para casa. Queria muito lutar no Brasil, no meu país, mas não vai acontecer", afirmou o "Spider". "Queria pedir desculpas por isso, queria muito lutar aqui, mas não deu. Acho que fui prejudicado nessa, mas é isso."

A declaração foi uma resposta ao presidente do UFC, Dana White. No último sábado, ele rejeitou publicamente o pedido do brasileiro. "Não faremos a disputa de cinturão interino. Michael Bisping está ativo e pronto para lutar contra o número um do ranking, que é Yoel Romero. Anderson Silva é o número sete do ranking atualmente", afirmou o dirigente. "Anderson está irritado, mas não fui eu quem tirou Kelvin Gastelum do UFC Rio. O próprio Gastelum fumou maconha e foi retirado do card. Fizemos tudo que podíamos para conseguir uma nova luta para o Anderson. Não foi nossa culpa", completou.

Depois que Kelvin Gastelum foi retirado do evento após cair no doping em sua luta contra Vitor Belfort no UFC Fortaleza, em março, a organização ofereceu diversos substitutos ao brasileiro, mas Anderson Silva queria que o combate valesse pelo cinturão interino.

Spider afirmou que poderia até se aposentar por causa da postura do UFC. Essas declarações também irritaram Dana. "Tem sido interessante lidar com Anderson Silva. Obviamente, ele quer uma disputa de cinturão interino. Obviamente não vamos fazer essa disputa. Ele sempre vem a público com suas exigências. Mas todos sabem o que eu penso sobre isso. Se você mencionou uma única vez a palavra 'aposentadoria', então você provavelmente poderia se aposentar. Se isso passou pela sua cabeça, talvez seja a hora de parar", disse.