Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/07/2014 16:27 - Atualizado em 04/07/2014 16:38

Ex-general da ditadura argentina é condenado à prisão perpétua

Luciano Menéndez foi acusado de ordenar o assassinato do bispo da província de La Rioja

O ex-general Luciano Menéndez, principal acusado do assassinato do bispo Enrique Angelelli em 1976 – durante a ditadura argentina –, foi condenado nesta sexta-feira à prisão perpétua, informou o tribunal. O ex-militar, 87, foi acusado de ordenar o assassinato de Angelelli, bispo da província de La Rioja, que a ditadura encobriu como se fosse um acidente de trânsito.

Essa foi a primeira condenação pela morte de um sacerdote de alta hierarquia na Argentina durante o regime militar (1976-1983). 

Bookmark and Share

Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.