Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 07/07/2014
  • 13:17
  • Atualização: 14:00

Dilma posta foto em homenagem a Neymar

Presidente disse que obras que não ficaram prontas antes da Copa serão concluídas

Atendendo a pedido, presidente postou foto em que faz um ´´T´´, com os braços, em homenagem a Neymar | Foto: Facebook / Divulgação / CP

Atendendo a pedido, presidente postou foto em que faz um ´´T´´, com os braços, em homenagem a Neymar | Foto: Facebook / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Agência Brasil

A presidente Dilma Rousseff participou nesta segunda de um bate-papo com internautas. E aproveitou para mandar uma mensagem de apoio ao atacente Neymar, que sofreu uma lesão na partida diante da Colômbia na última sexta e está fora da Copa do Mundo. Atendendo a pedido dos participantes da conversa, ela postou uma foto em que faz um “T”, com os braços, em homenagem ao camisa 10. Nas redes sociais, Neymar usa o “T” de “thois”, que significa, “é nós”, com amigos, como o cantor e compositor Thiaguinho. 

Para Dilma, a contusão de Neymar vai fortalecer o time. “A dor do Neymar ao ser atingido feriu o coração de todos os brasileiros. O Neymar está aí, mesmo ferido, querendo jogar. É um guerreiro. O exemplo de resistência do Neymar vai fortalecer a seleção. Fazê-la se superar”. No sábado, Dilma enviou cartas ao time e ao jogador machucado.
Perguntada por uma internauta qual foi o gol mais bonito da seleção, Dilma elegeu o gol do zagueiro David Luiz, de falta, contra a Colômbia. Já o das demais seleções, a presidente escolheu o marcado pelo holandês Van Persie, de cabeça, no jogo contra a Espanha.

Obras da Copa

Dilma aproveitou a conversa para afirmar que as obras para a Copa do Mundo que não ficaram prontas antes do Mundial serão concluídas.  Ela ainda ironizou os que previam que País teria problemas na organização do evento. “Tem muitas obras no Brasil que estão em andamento e não são destinadas à Copa. O Brasil é hoje um dos países que tem mais investimentos em mobilidade urbana, como metrôs, VLTs (Veículos Leves Sobre Trilhos), BRTs e corredores exclusivos. Todos esses investimentos ficarão prontos para os brasileiros. Mesmo os aeroportos, continuaremos a expandi-los, porque a nossa projeção é que logo chegaremos a 200 milhões de passageiros. E assim é também com portos e rodovias”, disse a presidente.

Em resposta a um internauta, Dilma justificou os empréstimos para construção dos estádios e disse que o País não ficará no prejuízo. “O Brasil, ao emprestar dinheiro para construção dos estádios, não saiu no prejuízo. Primeiro, porque foi empréstimo bancário e será pago com os devidos juros. Segundo, porque os estádios nos permitiram receber a Copa das Copas e gerar, de acordo com a Fundação Getulio Vargas e a Ernst Young, 3,6 milhões de empregos em todo seu ciclo. Terceiro, essas mesmas instituições, afirmam que para cada R$ 1 de investimento público na Copa, obtém-se R$ 3,4 de investimento privado”.

A presidente acrescentou ainda que a Copa permitiu mostrar ao mundo que o Brasil “é um país que tem competência e capacidade para organizar, em toda a sua complexidade, uma grande Copa. Isso significa aeroportos, estádios, segurança, transporte público e estrutura de comunicação”.


Bookmark and<br />Share