Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

  • 07/07/2014
  • 18:51

TRT define reajuste de 6,38% e greve dos terceirizados da Oi termina

Mais de 120 mil serviços foram suspensos em quase 30 dias de paralisação

  • Comentários
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) definiu em 6,38% o índice de reajuste dos funcionários da RM Tecnologia, empresa terceirizada da Oi no Rio Grande do Sul. Por unanimidade, os 12 magistrados consideraram a greve legal e concederam 0,76% de aumento real. Com isso, os dias parados serão compensados com horas extras de trabalho sem desconto salarial. Os trabalhadores entraram em greve há quase um mês. Desde então, mais de 120 mil serviços sofreram prejuízo. A maioria envolve a manutenção da rede telefônica e de internet dos clientes da operadora.

Uma assembleia ocorre na tarde desta segunda-feira para que os funcionários sejam comunicados da decisão da Justiça. Sobre a reivindicação do sindicato de restringir o expediente apenas entre segunda e sexta-feira,sem escalas no sábado, o TRT decidiu não se manifestar. Os trabalhadores pediam reajuste de 7% e a Oi acenou com 6%.

Bookmark and Share