Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
19º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

07/07/2014 20:18 - Atualizado em 07/07/2014 20:30

Sobem para três os mortos confirmados em terremoto na América Central

Vítimas foram registradas na Guatemala e no México, países mais atingidos pelo tremor

Sobem para três os mortos confirmados em terremoto na América Central<br /><b>Crédito: </b> Elizabeth Ruiz/AFP/CP
Sobem para três os mortos confirmados em terremoto na América Central
Crédito: Elizabeth Ruiz/AFP/CP
Sobem para três os mortos confirmados em terremoto na América Central
Crédito: Elizabeth Ruiz/AFP/CP

Subiu para três o número de mortos em terremoto de magnitude 6,9 que causou destrulção, nesta segunda-feira, na área de fronteira entre México e Guatemala. Dois homens e um bebê perderam a vida, enquanto outros 40 feridos foram confirmados até o momento.

Na região mexicana de Chiapas (sudeste), epicentro do tremor, o porta-voz da Defesa Civil local relatou a morte de um idoso de 74 anos e um homem de 51. Outras quatro tiveram ferimentos leves. Na Guatemala, a vítima foi um recém-nascido, além de 35 pessoas ficaram feridas. Duas delas se encontram em estado grave, informou o presidente guatemalteco, Otto Pérez.

Ainda segundo ele, uma mulher de 75 anos morreu vítima de uma parada cardíaca, no departamento de Quetzaltenango, mas as investigações continuam em andamento para determinar se o óbito teve relação com o fenômeno. Uma das vítimas em Chiapas, o homem de 51 anos, morreu no município de Huixtla (próximo da Guatemala), soterrado pelo muro de casa - explicou o governo regional, em um comunicado. Já no município de Mapastepec, outro homem de 74 anos morreu debaixo de uma marquise, acrescentou Aragón.

Em relação aos danos materiais, quase 300 casas foram danificadas em 15 municípios de uma sub-região de Chiapas conhecida como Soconusco, a mais afetada. As escolas vão suspender as aulas por pelo menos dois dias, segundo o governo.

Na Cidade do México, 1.082 km ao norte de Tapachula, o tremor foi sentido, e houve "alguns desalojamentos" preventivos. De acordo com o prefeito Miguel Ángel Mancera, não houve danos, nem feridos. Conforme o Serviço Sismológico Nacional mexicano (SSN) e o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), o sismo teve 6,9 de magnitude e foram detectadas réplicas de tremores de magnitude entre 3,4 e 4,1.


Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.