Porto Alegre, sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

  • 10/07/2014
  • 15:12
  • Atualização: 16:24

Média de gasto com campanha ao Piratini supera os R$ 6 milhões

Oito candidatos ao governo do Estado investirão mais R$ 53,9 milhões na campanha

  • Comentários
  • Correio do Povo

A média dos gastos dos candidatos ao Palácio Piratini nas eleições deste ano é de R$ 6,7 milhões. A campanha eleitoral começou oficialmente no fim de semana passado e vai até o dia 5 de outubro, quando ocorrerá a votação para presidente, governador, senador, deputado estadual e deputado federal.

No RS, serão oito os concorrentes ao governo do Estado: Ana Amélia Lemos (PP), Vieira da Cunha (PDT), Roberto Robaina (PSol), Estivalente (PRTB), Humberto Carvalho (PCB), João Carlos Rodrigues (PMN), José Ivo Sartori (PMDB) e Tarso Genro (PT), que concorre à reeleição.

Conforme dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta quinta, os valores a serem gastos com a campanha variam de R$ 15 mil – total informado por Carvalho – a R$ 15 milhões – previstos por Sartori e Tarso. Ao todo, os candidatos investirão R$ 53.915.000 na campanha.

Disputa pelo Senado terá R$ 22 milhões investidos

Já os sete candidatos ao Senado no Rio Grande do Sul vão investir R$ 22.050.000 no total. A média dos candidatos será de R$ 3.150.000,00. A campanha mais barata será de R$ 50 mil, de Júlio Flores (PSTU). Já Lasier Martins (PDT), Beto Albuquerque (PSB) e Rubens Goldenberg (PRP) investirão, cada, R$ 5 milhões, valores mais altos da lista.

Além dos quatro, estarão na disputa do Senado Ciro Machado (PMN), Olívio Dutra (PT) e Simone Leite (PP).

Gastos com o Piratini


Gastos de Campanha | Create Infographics

*O site do TSE não dispunha do total de bens declarados em 10/07

Gastos candidatos ao Senado


Gastos candidatos ao Senado | Create Infographics


Bookmark and Share