Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 10/07/2014
  • 21:39
  • Atualização: 21:50

Obama se oferece para mediar cessar-fogo entre Israel e o Hamas

Presidente dos EUA manifestou preocupação com escalada dos ataques aéreos na Faixa de Gaza

  • Comentários
  • AFP

O presidente americano, Barack Obama, expressou nesta quinta-feira ao primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, temor pela escalada no confronto entre Israel e o Hamas. Ele se ofereceu para mediar negociações por um cessar-fogo.

"Os Estados Unidos se mantêm dispostos a mediar negociações pelo fim das hostilidades, incluindo um retorno ao acordo de cessar-fogo de novembro de 2012", indicou nota da Casa Branca. O acordo de 2012, mediado pela ex-secretária de Estado americana Hillary Clinton e pelo Egito, acabou com oito dias de ofensiva aérea israelense contra o Hamas.

Obama também afirmou que entende que Israel queira se defender e que condena os disparos de foguetes do Hamas e de outros grupos a partir de Gaza. O presidente americano enviou condolências às famílias dos três jovens israelenses assassinados na Cisjordânia, crime que desencadeou uma onda de violência entre o Estado judeu e o Hamas, e saudou o fato de Israel ter detido rapidamente os suspeitos pela morte de um adolescente palestino, queimado vivo em uma suposta ação de represália pela morte dos três israelenses.

Obama também expressou preocupação com o destino de um jovem palestino-americano, que teria sido morto pela polícia israelense durante sua detenção. Os dois líderes conversaram respeito de um projeto de acordo sobre o programa nuclear iraniano antes do fim do prazo, em 20 de julho. Netanyahu manifestou seu ceticismo em relação à postura dos Estados Unidos nas conversas com Teerã.

Bookmark and Share