Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 11/07/2014
  • 15:15
  • Atualização: 15:26

Condenado a nove anos de prisão homem que incendiou Pronto Socorro em Bagé

Ele ainda foi enquadrado por tentativa de homicídio duplamente qualificado

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

O Tribunal do Júri de Bagé, na Fronteira Oeste, condenou a nove anos de prisão em regime fechado um homem de 24 anos por tentativa de homicídio duplamente qualificado. No ano passado, ele colocou fogo no Pronto Socorro (PS) do município após uma discussão com uma funcionária.

Em 25 de setembro de 2013, ele procurou atendimento no Pronto Socorro Municipal do município reclamando de uma afta na boca. A atendente o orientou a procurar um posto de saúde, já que o caso não era de urgência. Inconformado, ele passou a ameaçá-la. A Brigada Militar (BM) foi chamada e registrou o caso. No fim da tarde, Fagundes voltou ao PS munido de uma garrafa contendo gasolina. Em seguida, despejou o combustível na direção do guichê de atendimento, a fim de atingir a funcionária, e ateou fogo.

A vítima conseguiu fugir ilesa, mas o Pronto Socorro precisou ser evacuado devido ao fogo e à fumaça, conforme mostraram as imagens registradas pelas câmeras de segurança. A ação acarretou o fechamento do Pronto Socorro de Bagé por alguns dias, além da evacuação de outros setores no momento do incêndio.

Preso em flagrante, desde a tentativa de homicídio, ele ainda incendiou colchões no Presídio Regional de Bagé durante sua prisão.

Bookmark and Share


TAGS »