Porto Alegre, quinta-feira, 30 de Outubro de 2014

  • 11/07/2014
  • 17:36
  • Atualização: 17:43

Trânsito no entorno do viaduto da Rodoviária muda a partir desta segunda

Avenida Castelo Branco fica com duas faixas livres para acesso à Mauá

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

A partir de segunda-feira, às 12h, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) vai retirar os semáforos do cruzamento da avenida Mauá com a rua da Conceição, embaixo do novo viaduto da Júlio de Castilhos. Essa primeira medida é parte de um projeto de qualificação da circulação da entrada de Porto Alegre, visando maior segurança e fluidez nas avenidas Castelo Branco, Mauá e imediações da Rodoviária.

Além da retirada dos semáforos, a avenida Castelo Branco fica com duas faixas livres para a Mauá, indicadas com sinalização de “Siga Livre”. A expectativa é de ganho de 50% na fluidez da entrada da Capital. A EPTC também revisou os planos semafóricos da avenida Mauá e implantou faixas informativas para alertar os condutores, na descida da avenida Castelo Branco e na rua da Conceição, junto à passarela.

“O projeto que estamos implantando é um complemento após a conclusão do viaduto da av. Júlio de Castilhos. Nosso objetivo é facilitar o acesso à Capital. Os primeiros dias, após a mudança, poderão ter algum impacto, por ser uma novidade. Por isso, intensificaremos muito o monitoramento na região e promoveremos ajustes, se for necessário”, fala a arquiteta Carla Meinecke, gerente de planejamento de trânsito da EPTC.

As mudanças na entrada da Capital não devem parar por aí. A EPTC prevê implantar mais alterações no tráfego da região. Segundo Vanderlei Cappellari, diretor-presidente da EPTC, esse conjunto de medidas vai qualificar, não só a entrada de Porto Alegre, mas o acesso à área central.

“Quem vem do Túnel da Conceição, Farrapos e Mauá vai perceber o ganho de qualidade. Mas não são só os condutores que ganharam uma nova alternativa, os pedestres também serão contemplados. Estamos reavaliando o posicionamento das paradas de ônibus nas imediações da Rodoviária. Nossa ideia é qualificar o acesso aos ônibus da região”, declarou Cappellari.

Bookmark and Share