Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 11/07/2014
  • 17:58
  • Atualização: 17:59

EPTC projeta para o fim do ano ciclovia entre a Ipiranga e a Praça da Encol

Segunda etapa compreende trecho entre a avenida Nilo Peçanha e o Shopping Iguatemi

EPTC projeta para o fim do ano ciclovia entre a Ipiranga e a Praça da Encol | Foto: Thalles Campos / Divulgação / PMPA / CP

EPTC projeta para o fim do ano ciclovia entre a Ipiranga e a Praça da Encol | Foto: Thalles Campos / Divulgação / PMPA / CP

  • Comentários
  • Samantha Klein/Rádio Guaíba

O projeto básico de implantação de uma ciclovia na rua Santa Cecília foi apresentado aos moradores da região e deve ligar a avenida Ipiranga à Praça da Encol, em Porto Alegre. O objetivo é construir o trecho exclusivo até o fim do ano. A ciclofaixa deve ter aproximadamente 1,5 km e está prevista no Plano Diretor Cicloviário.

Em reunião na noite dessa quinta-feira, o tema foi alvo de polêmica entre os habitantes da rua. A ciclovia deve diminuir vagas de estacionamento e causar problemas para a carga e descarga em pontos comerciais da região. Segundo o arquiteto da EPTC e gerente do projeto, Antônio Vigna, a polêmica já era esperada. Ele garante, porém, que o projeto ainda vai sofrer modificações e sugestões da comunidade. Uma segunda audiência para discutir o tema está prevista para o mês de agosto.

O arquiteto acrescentou que a ciclovia da rua Santa Cecília vai estar conectada com as estações do Bike POA. “Ela vai sinalizando o que chamamos de rede 1 do Plano Cicloviário abraçando as 40 estações do Bike POA. O objetivo é chegar ao ponto de que as bicicletas possam substituir em parte o transporte individual e coletivo”, destacou.

O trajeto apresentando pela EPTC compreende a rua Santa Cecília, a avenida Neusa Goulart Brizola e a avenida Nilópolis, em um primeiro momento. A segunda etapa da ciclovia compreende também a avenida Nilo Peçanha, em direção ao Shopping Iguatemi.

A Prefeitura pretendia implantar uma ligação cicloviária entre os bairros Rio Branco e Cristal até o fim do ano passado, mas as obras da Copa atrasaram o projeto e não há prazo para conclusão da promessa. O Plano Diretor Cicloviário, aprovado em 2009, prevê quase 500km de ciclovias. Até o momento, a Prefeitura projeta a instalação de 50km até o fim deste ano.

Bookmark and Share


TAGS »