Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Ensino

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

11/07/2014 18:31 - Atualizado em 11/07/2014 18:32

Egressos de escolas públicas terão 40% das vagas na Ufrgs em 2015

Percentual de cotas, que era de 30% foi alterado pelo Conselho Universitário

O Conselho Universitário da Ufrgs alterou o percentual de cotas para ingresso no ano que vem, tanto via vestibular quanto pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O índice passou de 30% para 40% e favorece egressos do ensino médio no sistema público. Em 2016, o limite vai ser ampliado para 50%.

O objetivo da medida é adequar os processos de ingresso na Universidade à lei federal que exige ampliação gradual do índice de vagas reservadas em todas as instituições federais de ensino. As divisões seguem sendo por renda e raça/etnia.

As vagas para ingresso na Ufrgs são divididas entre Concurso Vestibular e Sisu, que usa a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O Vestibular fica com 70% das vagas e o Sisu com as 30% restantes.

O percentual de 40% de vagas reservadas é dividido em quatro faixas:
a) candidatos com renda familiar bruta igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo nacional per capita;
b) estudantes com renda familiar bruta igual ou inferior a 1,5 salário-mínimo nacional per capita, com registro de autodeclaração étnico-racial (preto, pardo ou indígena);
c) candidatos com renda familiar bruta superior a 1,5 salário-mínimo nacional per capita;
d) alunos autodeclarados e com renda familiar bruta superior a 1,5 salário-mínimo nacional per capita.

Bookmark and Share


Fonte: Samuel Vettori/Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.