Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 11/07/2014
  • 21:08
  • Atualização: 21:39

Escola invadida por ex-aluno em Canoas vai aumentar expediente de vigia

Homem de 30 anos rendeu funcionários e levou diretora refém na manhã desta sexta

  • Comentários
  • Ananda Müller/Rádio Guaíba

A Secretaria de Segurança de Canoas, na região Metropolitana, deve ampliar o horário de permanência do vigilante que já trabalha na Escola Municipal Rio Grande do Sul, invadida na manhã desta sexta-feira por um ex-aluno. O homem de 30 anos rendeu dois funcionários e levou a diretora refém, alegando estar sendo perseguido por inimigos.

De acordo com o secretário de Segurança do município, Adriano Klaske, a escola não registra outros casos de violência e o fato foi tratado como isolado. Ainda assim, o vigia vai ter o expediente estendido para o turno da manhã. Atualmente, ele permanece no local das 11h às 23h.

Klaske ressaltou que a permanência desse horário ampliado depende da real necessidade de aumento na segurança do espaço. De acordo com ele, a Guarda Municipal já garante a patrulha escolar na cidade. Segundo ele, o reforço na vigilância vai ser tratada com os membros da comunidade escolar.

Como ocorreu o crime

Dois funcionários faziam a limpeza da calçada em frente à escola quando foram surpreendidos por um homem que se dizia armado e exigia entrar no local. No pátio, o suspeito identificou um veículo e mandou chamar o proprietário. A diretora da escola, que é dona do carro, foi obrigada a dirigir sob ameaças até uma rua sem saída, onde a polícia conseguiu alcançar o veículo e realizar a abordagem.

O homem, aparentando estar sob efeito de entorpecentes, desceu do carro e acabou se entregando após resistir à prisão. Já ficou claro, segundo a Polícia, que ele fingiu estar armado. O homem foi encaminhado ao Presídio Central.

Bookmark and Share


TAGS » Canoas, Escola, Invasão