Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 16/07/2014
  • 12:37
  • Atualização: 12:39

Adiada reunião em Brasília para tratar de refugiados de Caxias do Sul

Mais de 300 ganeses ingressaram no Estado por causa da Copa do Mundo

  • Comentários
  • Gabriel Jacobsen / Rádio Guaíba

A reunião entre os Ministérios da Justiça, do Trabalho e Emprego, Polícia Federal e órgãos de migração que definiria o tipo de auxílio dado aos 320 ganeses que migraram para Caxias do Sul, na Serra, foi adiada em Brasília. O encontro estava marcado para esta quarta-feira, mas agora não tem uma nova data.

A reunião foi proposta pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, após receber nessa terça-feira em Brasília, o prefeito de Caxias do Sul, Alceu Barbosa Velho. O prefeito busca orientação federal sobre como proceder e m relação ao assunto, além de pedir ajuda material. A Prefeitura entrou em contato com o Ministério da Justiça orientada pelo governador Tarso Genro.

Os migrantes ganeses entraram no Brasil com visto de turista em função da Copa do Mundo, mas acabaram decidindo pedir refúgio no País. A preocupação do prefeito é de como atendê-los até que o Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE) analise a situação, caso a caso.

A Prefeitura, por meio da Fundação de Assistência Social (FAS), presta auxílio com alimentação, roupas e colchões. Alguns estão abrigados nas casas assistenciais do Município. Com o aumento da demanda registrada, a Polícia Federal passou a limitar o atendimento de imigrantes a 20 pedidos por dia.

Bookmark and Share