Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 18/07/2014
  • 18:52
  • Atualização: 18:54

Protesto contra assaltos para a linha T4 na Capital

Delegado sindical destaca que ocorreram 32 ataques no último mês

  • Comentários
  • Samantha Klein/Rádio Guaíba

Rodoviários paralisaram às 17h a circulação da linha T4, da Carris, em Porto Alegre. A manifestação é em repúdio à onda de assaltos nos coletivos da empresa pública. De acordo com o delegado sindical, Luiz Afonso Martins, a Brigada Militar não está agindo para evitar os crimes. “Os policiais entram no ônibus, mas não revistam passageiros. Perguntar o nome do motorista não resolve o nosso problema”, sustenta.

Os funcionários da Carris exigem uma ação mais dura da polícia para coibir os assaltos, que acontecem principalmente durante a noite e o período da manhã. Segundo Afonso, nos últimos 30 dias, somente essa linha sofreu 32 ataques. “No mínimo, um assalto por dia é rotina”, lamentou Martins. A maioria dos casos é registrada na avenida Antônio de Carvalho. Por isso, parte dos rodoviários já cogita suspender as paradas nesse trecho.

Com o protesto, os coletivos seguem estacionados no terminal do Barra Shopping Sul, e no fim da linha, no Hospital Cristo Redentor.

No fim de junho, os rodoviários realizaram protesto semelhante quando decidiram paralisar, além do T4, as linhas T3 T8, T10, D43, Campus Ipiranga e Ipiranga-PUC. Nessas linhas, também há alta incidência de assaltos, conforme a categoria.

A previsão é que a paralisação termine às 19h30min.

Bookmark and Share