Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 18/07/2014
  • 22:04
  • Atualização: 22:32

Luciana Genro denuncia ter sido atingida por gás de pimenta em SP

Coordenação de campanha da candidata vai cobrar explicações da Secretaria da Segurança Pública

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

O PSol divulgou nota na noite desta sexta-feira afirmando que a candidata à presidência da República Luciana Genro e um grupo de militantes foram alvo de um ataque policial com spray de pimenta. O grupo teria sido atacado ao se reunir junto à esquina da avenida Paulista com a rua Augusta, em São Paulo, no início da tarde.

O presidente do partido e coordenador geral de campanha, Luiz Araújo, qualificou o ato de “atentado ao livre direito” e prometeu agir para os responsáveis sejam identificados.

A coordenação de campanha também adiantou que vai exigir explicações em audiência a ser solicitada com a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo. “Nossa campanha foi agredida, eu pessoalmente fui atingida pelo gás, e não vamos deixar este fato passar em branco. É uma afronta à democracia”, afirmou Luciana.

Bookmark and Share