Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 19/07/2014
  • 09:38
  • Atualização: 10:23

Bebê morre em incêndio em Cachoeira do Sul

Fogo em aldeia indígena começou por causa de uma vela acesa ao lado do berço

  • Comentários
  • Hygino Vasconcellos / Correio do Povo

Um bebê de um ano e seis meses morreu durante um incêndio em uma tribo indígena às margens da BR 153, na localidade de Cordilheira, em Cachoeira do Sul, na região central do Estado. Os pais relataram ao Corpo de Bombeiros que uma vela estava acessa ao lado do berço da menina no interior da residência, que era de madeira, explicou o sargento da corporação, Leonardo Barreto Schmidt.

Cinco casas foram atingidas pelo fogo, mas apenas a moradia da família do bebê foi totalmente consumida pelas chamas. O pai da criança, de 43 anos, tentou retirar a filha da residência, sem sucesso, devido ao fogo alto, segundo o sargento dos Bombeiros. A menina era da etnia Mbyá guarani.

A aldeia indígena fica a cerca de 15 quilômetros do Corpo de Bombeiros, o que contribuiu para que o fogo se alastrasse. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil. Agentes da Fundação Nacional do Índio (Funai) de Porto Alegre estão em deslocamento para a região.

Bookmark and Share