Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
20ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

23/07/2014 18:43 - Atualizado em 23/07/2014 18:44

MP e donos de postos com bombas lacradas na Capital se reúnem na sexta

Água e solvente foram encontrados em estabelecimentos que foram alvo de ação judicial

Gerentes de postos de combustíveis de Porto Alegre que tiveram interdição de bombas em função da venda de etanol e diesel fora dos padrões especificados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) vão se reunir com o Ministério Público na próxima sexta-feira, na Capital. O número de empresários que vão participar ainda não está definido. Cinco estabelecimentos foram alvo de ação judicial na semana passada.

O promotor Alcindo Bastos, da Promotoria do Consumidor, explicou que há duas possibilidades de reabrir as bombas interditadas. Uma delas é se houver nova decisão judicial beneficiando os estabelecimentos. A outra é a construção de um acordo juntamente com o Ministério Público (MP). As interdições envolvem só as bombas com o produto fora das especificações técnicas. O posto, portanto, pode continuar operando.

Na única unidade em que foi lacrado um ponto de venda de etanol foi encontrada água no tanque. Não ficou claro se a mistura decorreu de ação com o objetivo de aumentar o volume ou de uma infiltração. Nas outras quatro bombas de óleo lacradas foi identificado solvente. A mistura pode ter sido proposital ou pela contaminação do tanque por outro combustível.

A utilização dos produtos com qualidade não comprovada provoca má lubrificação do motor, problemas na injeção de combustível e redução da vida útil do veículo, além do consumo excessivo, de acordo com o laudo que motivou as interdições. Neste ano, em todo o Rio Grande do Sul, já são 14 estabelecimentos com atividade parcialmente interditadas em virtude de ações propostas pelo Ministério Público.

Postos com bombas lacradas e onde foi encontrada a irregularidade:

Wenceslau Abastecedora de Combustíveis Ltda: etanol;
Comercial de Combustíveis Pastoriza Ltda: diesel;
Garagem Nacional Ltda: diesel;
Lopes e Vaz Comércio de Combustíveis Ltda: diesel;
Comercial de Combustíveis Pasqualini Ltda: diesel.

Bookmark and Share

Fonte: Samuel Vettori/Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.