Correio do Povo

Porto Alegre, 17 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
11ºC
Amanhã
14º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

25/07/2014 07:51 - Atualizado em 25/07/2014 08:29

Homem é preso com drogas sintéticas e anabolizantes em NH

Denarc apreendeu 22 pés de maconha e 27 comprimidos de ecstasy

Homem é preso com drogas sintéticas e anabolizantes em Novo Hamburgo
Crédito: Denarc / Divulgação / CP

Um homem de 32 anos, que trabalhava como técnico em informática, foi preso na noite dessa quinta-feira com drogas sintéticas e anabolizantes no Centro de Novo Hamburgo, no Vale do Sinos. Segundo informações da 4ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico (DIN) do Departamento Estadual do Narcotráfico (Denarc), a prisão ocorreu na rua Silveira.

Conforme o Denarc, o homem era observado há 30 dias e somente ontem o mandado de busca e apreensão foi cumprido. Na casa do suspeito foram encontrados e apreendidos 22 pés de maconha, 27 comprimidos de ecstasy, um frasco de lança-perfume, cinco frascos com 10 ml, contendo composição líquida chamada de propinato, seis frascos contendo 10 ml, com líquido chamado de enantato, sete frascos contendo 10 ml, com líquido boldenona, uma balança digital, R$ 200 em cédulas, um rádio comunicador Motorola, um celular, um chip e munição dos calibres .40, 762, 12 e 9mm.  

Além dessas substâncias, o técnico em informática tinha sete potes contendo comprimidos com as marcas Glut Aforce, Multi Vitaminica, Lipo 6 Black, Hell Fire, 8 Hour Alert, Ripped Fast, uma porção de cocaína, pesando 0,90 gramas, uma porção de Skank, pesando 0,70 gramas, e uma porção de maconha, pesando 2,70 gramas.

Conforme titular da 4ªDIN, delegado Cleomar Marangoni, a droga era vendida, principalmente, para pessoas da classe média alta, no Vale do Sinos. “Ele frequentava academias e festas rave”, disse.

O diretor do Denarc, delegado Cléber dos Santos Lima, explicou que parte dos pés de maconha estavam no jardim da casa, em um vaso. O restante das mudas foram localizadas em um armário. “Ele criou uma pequena estufa dentro do móvel com lâmpada e papel alumínio, provavelmente, para aumentar o THC das plantinhas”, informou Lima. A sigla THC representa Tetraidrocanabinol, substância psicoativa da maconha. O preso foi autuado por tráfico de drogas e posse ilegal de munição de uso restrito, logo após, foi encaminhado ao sistema prisional.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.